9 de nov de 2011

PILATES - A Arte da Contrologia

Desafiante, Forte, Eficiente e Apaixonante. São minhas definições para este grandioso conceito de saúde e felicidade. “a preparação física é requisito básico para a felicidade”. Joseph Pilates


Sim. Esta afirmativa hoje é verdadeira e atual, só que foi dita há 60 anos.
É uma atividade que tem como objetivo a consciência corporal através de um sistema completo de exercícios sistematizados que promovem o aumento da flexibilidade e o fortalecimento muscular, a partir do centro de força (no pilates Powerhouse, também conhecido como CORE). Criado entre as décadas de 1920 e 1930 por Joseph Hubertus Pilates. Utilizando a força do próprio corpo ou aparelhos e equipamentos concebidos e construídos a partir das necessidades dos praticantes, o método se destaca pela originalidade de seus conceitos e princípios, sendo considerado por especialistas e praticantes como o mais eficiente método de condicionamento físico da atualidade que sustenta grande importância no conceito mente sã corpo são.


A mente molda o corpo e o corpo bem preparado dá condição da mente transcender. Que por sua vez geraria um corpo ainda melhor. Este princípio de geração e interdependência reporta-nos a teoria Taoista do YIN E YANG e está muito presente no método Pilates, juntamente com influências do yoga, zen budismo, artes marciais e exercícios praticados pelos antigos gregos e romanos.
Em um trecho de seu livro RETURN TO LIFE THROUGHT CONTROLOGY, Pilates fala sobre seu método: “A contrologia começa com o controle da mente sobre os músculos. Respeitando milhares e milhares de células cerebrais, ativando assim novas áreas e estimulando o posicionamento da mente”.


Em outra obra, Your Health (1943), A Contrologia “é o controle consciente de todos os movimentos musculares do corpo. Trata-se da correta utilização dos mais importantes princípios das forças que se aplicam a cada um dos ossos do esqueleto, como completo conhecimento dos mecanismos funcionais do corpo, bem como o total entendimento dos princípios de equilíbrio e ação da gravidade aplicados a cada movimento, no estado ativo, em repouso e dormindo.”


Através da CONTROLOGIA, Joseph Pilates criou seis princípios básicos a serem considerados não só durante a execução dos exercícios, mas também no dia-a-dia, são eles:
Concentração: Durante a execução dos exercícios, devemos estar concentrados ao centro de força e ao mesmo tempo, observar cada movimento que compõe determinado exercício, bem como todos os fatores limitantes para a execução do mesmo.


Controle: O controle é fundamental para a eficácia e segurança do treinamento físico e principalmente no Método Pilates. Nunca o movimento a qualquer custo; mas, qual é o custo do movimento? Se você não consegue executar o exercício completo com perfeição, fragmente-o (orientado por instrutor) para que você não perca o controle do movimento e o exercício possa ser realizado com perfeição, como o método exige.


O Centro: Pilates concluiu que o corpo tem um centro físico onde se originam todos os movimentos. Ele o chamou de POWERHOUSE (Centro de Força). O abdômen, a parte de baixo das costas e as nádegas compõem este Centro de Força. O Método Pilates concentra-se em reforçar este CENTRO. Os músculos associados ao POWERHOUSE sustentam a coluna, os órgãos internos e a postura. A maioria dos exercícios de Pilates tem seu foco no POWERHOUSE de forma a estabilizar o torso e permitir que estiquemos e alonguemos. O domínio deste centro tem como efeito uma cintura mais delgada, um abdômen mais definido e uma melhora considerável da fisiologia visceral. Além de uma postura mais correta e forte.


O Movimento: Fluidez, harmonia e beleza: Esta tríade define o que devemos buscar ao executar os movimentos durante o exercício. Os exercícios preconizados por Pilates levam o aluno a conhecer um grande número de exercícios harmônicos e conscientes.
Precisão: O Controle está diretamente ligado à precisão. Pilates dizia: “Concentrar-se nos movimentos certos cada vez que você faz um exercício. Caso contrário, você os executará de forma inadequada e eles perderão seu valor”.
Respiração: Pilates enfatiza a importância de manter a circulação do sangue pura. Este é o resultado de uma respiração adequada durante os exercícios, oxigenando o sangue e eliminando os gases nocivos. No Método Pilates todos os exercícios são associados à respiração. Em geral inspirando (expandindo as últimas costelas), iniciamos o movimento e ao final do último movimento do exercício, devemos estar com os pulmões vazios. Ter expirado todo o ar, puxando mais ainda o umbigo em direção à coluna.
Existe alguma contra indicação?


Este método de condicionamento corporal promove harmonia e balanço muscular em todas as idades, sem contra-indicações, condicionando e energizando seu corpo através dos exercícios. Porém, Joseph Pilates só aceitava em seu Studio crianças à partir de 12 anos de idade por acreditar que crianças muito jovens, não apresentavam maturidade e concentração suficientes para a prática dos exercícios. Por ser uma atividade individual ou feita em pequenos grupos, e ainda supervisionada por um profissional especializado, a aula pode e deve ser direcionada para as necessidades de cada aluno, e por isso pode ser praticado por qualquer indivíduo, desde o atleta até o sedentário, do idoso ao adolescente, da grávida aos pacientes em fase de reabilitação, podendo ser recomendado como condicionamento e prevenção de lesões para todos.


Os resultados:
· um corpo forte, flexível e alongado, sem dores posturais, com uma postura alinhada.
· Maior capacidade de concentração e mais vitalidade física;
· Melhor percepção corporal e conseqüentemente destreza nos movimentos do cotidiano;
· E o mais procurado pelos praticantes, um corpo definido com uma barriga desenhada. Lógico que tudo acompanhado de uma alimentação balanceada e hábitos saudáveis.


De acordo com PILATES, após as primeiras dez sessões utilizando-se o método da contrologia, o aluno sente mudança no corpo. Após 20 aulas, as mudanças são visíveis e após 30 aulas, os outros percebem as mudanças.
Este conceito de mais de 6 décadas, hoje é conhecido como longevidade cerebral e física, e é a base dos trabalhos integrativos que buscam a harmonia da trilogia corpo-mente-espírito. Deve sempre ser aplicado por educadores físicos ou fisioterapeutas através de aulas que usualmente têm duração de 1 hora em aparelhos próprios ou no solo.



Pratique Pilates no Estúdio Solis e conheça essa maravilhosa técnica de Vida e Bem Estar.
Dr. Daniel D´Attilio
Fonte CORPO EM FOCO

0 comentários:

Postar um comentário

 
As informações deste blog tem objetivo de informar e propagar o conhecimento. Não estão aqui em caráter de consulta, tampouco substituem a consulta médica ou fisioterapêutica. Os profissionais de saúde são os únicos indicados para avaliar e traçar a conduta necessária caso a caso. Se estiver com algum problema, procure um profissional de saúde.