16 de jun de 2011

Lesão do Labrum do Quadril

As lesões labrais do quadril se tornaram muito freqüentes nos últimos anos. Porém, o sucesso do tratamento ainda é bastante controverso.


O labrum acetabular é uma estrutura fibrocartilaginosa que reveste o acetábulo, parte interna do quadril onde o fêmur se encaixa. O labrum tem várias funções importantes na articulação do quadril, como manter a pressão intra-articular e ajudar na distribuição do líquido sinivial. Por esse motivo, ele é descrito por muitos autores como o menisco do quadril.

O labrum é uma espécie de moldura que reveste as bordas da cavidade acetabular da bacia e a mantém firmemente articulada à cabeça femoral. 



Além disso ele, juntamente com a cápsula e os ligamentos que a envolvem, fecham hermeticamente a articulação, permitindo que o fluido sinovial circule em seu interior e a lubrifique. 

Quando há lesão do labrum por traumatismos agudos ou repetitivos, ocorre o extravasamento do líquido com inflamação e liberação de substâncias químicas que irão causar danos à cartilagem articular. 

A estrutura fibrocartilaginosa do labrum serve de amortecedor para o impacto a que o quadril é submetido durante as atividades físicas e desportivas. Por circundar toda a articulação na parte superior e unindo-se ao ligamento transverso na parte inferior, o labrum é um componente de suma importância, juntamente com o ligamento ílio-femoral anterior, a cápsula articular e as demais estruturas estabilizadoras .

As alterações anatômicas do fêmur, do acetábulo ou de ambos podem levar à lesão do labrum, por mudar a relação normal entre a articulação e causar o impacto do fêmur contra o acetábulo durante os movimentos normais do quadril, 

Os movimentos que favorecem esta lesão são os movimentos de  flexão e rotação interna, ocasionando não somente a lesão labral mas também a lesão da cartilagem acetabular, sendo este um fator predisponente desencadeador da artrose do quadril.

Aqueles atletas que apresentam uma lesão do labrum acetabular podem apresentar dor na região inguinal e glúteos. A maior incidência desse tipo de lesão é a população praticante de atividade física, amadores ou profissionais, qualquer indivíduo pode apresentar esse tipo de lesão.

O tratamento pode ser realizado de maneira conservadora ou cirúrgica. O tratamento conservador consiste basicamente em fisioterapia por meio de equilíbrio muscular entre os músculos do quadril com ênfase em adutores e abdutores, porém o fortalecimento desses músculos deve ser orientado por um fisioterapeuta, já que um exercício feito sem orientação pode levar a maior atrito na região e piora do quadro.

Não devemos esquecer também a musculatura CORE, que serve como um estabilizador do quadril, favorecendo assim para um melhor encaixe
anatômico da articulação do quadril.

O tratamento cirúrgico é realizado por meio de artroscopia ou aberta, e visa corrigir a lesão do labrum e também a deformidade causadora da lesão, esse tipo de tratamento é adotado geralmente na falha do tratamento conservador.

Dr. Daniel D´Attilio

30 comentários:

Geraldo Barbosa disse...

Excelente postagem!
Um abraço.

Anônimo disse...

C-S.
Tenho 27 anos e tenho lesão de labrum mas na verdade não sei de que forma isso iniciou, pois as dores começaram há cerca de 4 meses, sendo que agora foi confirmado.Jogava futebol, mas isso há mais de 10 anos,sendo que apartir daí, nunca mais pratiquei nenhum tipo de exercício.Não acredito que essa seja a causa. Ë possível que essa lesão seja causada pelo uso frequente de salto alto? Estou fazendo pilates há mais ou menos um mês, e agora comecei a práticar caminhadas.Como saber se estou fazendo da forma exata?

Dr. Daniel D'Attilio disse...

C-S.
Não acredito que essa lesão seja devido ao uso frequente de salto alto. Ótimo que esteja fazendo pilates, mas espero que esteja fazendo com um Fisioterapeuta.
Para saber se vocês está tratando de forma correta, somente te avaliando e sabendo exatamente o que você está fazendo.
As Lesões Labrais, na maioria das vezes, são devidos a movimentações bruscas e que ultrapassem o limite articular.
Se quiser me mande suas informações por e-mail dn_dattilio@terra.com.br ou se for de SP entre em contato comigo por tel (11) 9123-5044.
Posso tentar de ajudar.

Anônimo disse...

Boa tarde Dr. Daniel...

sou praticante de futebol ja fazem 20 anos e de uns 5 anos pra cá comecei a sentir dores no gluteo, que com o passar dos anos foram piorando e hoje, quase nao consigo jogar futebol, só se tomar antiflamatorio e mesmo assim sinto dores. Ja fiz umas tres RM, Rx e sai : tendinopatia cronica no gluteo medio, mesma coisa no adutor longo, tenue afilamento condral sem erosoes, pequenos osteofitos marginais no teto acetabular..... Tds os medicos que vou dizem que minha dor é por causa dos tendoes e nao por artrose...queria sua opinião Dr., pois tenho estalidos direto, tento fazer alongamento e sinto q piora, tambem estou fortalecendo a musculatura da região...Se puder me ajudar....Grande Abraço fabio
Meu email é fabiomotor@bol.com.br

Anônimo disse...

desde quando fisioterapeuta é Dr.? vai a merda seu bosta!

Anônimo disse...

"mas espero que esteja fazendo com um Fisioterapeuta" grandes merdas são vocês fisioterapeutas pseudos médicos frustados e se titulando Dr. doutor é quem tem doutorado, mas num pais de analfabetos como o Brasil até fisioterapeutas são Dr. Brasil o ultimo inteligente a sair apague a luz, eu ja cai fora!

Dr. Daniel D'Attilio disse...

Sr. Anônimo peço que leia a ultima postagem desse Blog http://bit.ly/qoNFt5 que respondera essa sua ignorante afirmação. Não ignore a lei!

Anônimo disse...

Sinto Muitas dores cerca de 10 mesês é Muito Forte , mais tem um porem do lado esquerdo essa dor Não é mais frequente agora a dor esta do lado direito com a mesma frequencia do que tinha a minha esquerda eh como se tivesse calejado o lado esquerdo Não sei , mais em fim eu jogo futbol e sinto essa dor quando Naão estou jogando , o extremo dela eh quando eu paro de joga fica cerca de 4 dias a dor depois para eu jogo ela volta como fazer pra essa dor melhorar ???

Anônimo disse...

Lamentavel Daniel, alguns babacas que se escondem atras do PC para ofender e denegrir os outros...Chamei de "dr." pq respeito o profissional....Sou advogado e para mim pouco importa se me chamam de "Dr. " ou não....POr favor Dr. Daniel aguardo sua resposta...email:Fabiomotor@bol.com.br

Anônimo disse...

Prezado Dr. Daniel, boa noite. Minha esposa tem uma lesao no labrum. Fez 3 anos de fisioterapia, academia, pilates etc. A dor persiste na virilha. Ao andar, ela tem a impressao que a perna "sai do lugar". Fez ressonancia e a lesao foi constatada. O Sr. faz cirurgia do labrum? Alem disso, sabe como é o pos operatorio e se a maior parte dos casos o problema é resolvido? Abraços, Alberto

Dr. Daniel D'Attilio disse...

Alberto fica difícil dizer alguma coisa sobre o caso da sua mulher.
1º - sou fisioterapeuta, então não faço cirurgias.
2º - ela deveria ter apresentado (no mínimo) melhora do quadro álgico, se isso não ocorreu ela foi MUITO MAL atendida.
3º - na maioria dos casos, nesse tipo de lesão (dependendo do grau), é cirúrgico
4º - sugiro ela operar o mais rápido possível para não agravar a lesão ou "criar" uma nova
5º - se ela for MUITO BEM ATENDIDA, e logo após a cirurgia, respeitando os protocolos existentes, tenho certeza absoluta de que ela irá melhorar.

Estou a disposição para quaisquer dúvidas.

Anônimo disse...

oi estou gravida e tenho uma lesao labral de quadril esquerdo o que fazer para diminuir as dores. obrigada

Dr. Daniel D'Attilio disse...

Anonima,
Por favor, entre em contato comigo por e-mail contato@estudiosolis.com.br para eu entender melhor o seu caso, tempo gestacional e outras preocupações que tenho. Mas de ante mão, repouso, calor superficial e fortalecimento ajudam muito.

Anônimo disse...

Tenho 36 anos e pratiquei futebol amadoramente por muito tempo e tenho hoje uma lesão labral causada por um abaulamento da cabeça do fêmur e irregularidade da borda lateral do acetábulo.goataria de uma indicação para que eu possa amenizar a minha dor sem ter que passar por cirurgia

Dr. Daniel D'Attilio disse...

Entre em contato pelo e-mail contato@estudiosolis.com.br e me diga qual o grau de sua lesão (existem 4)

vaniacamélia@hotmail.com disse...

olá dr daniel tennho dor nos dois lado do quadil começou do lado es querdo a 7 anos e agora vem piorando fiz exames deu artrite e aetrose e tendinopatia e as dores estão piorãndo cada vez mais não posso andar nem fazer algum tipo de esforço que piora quero saber o que eu faço tennho sentido dores frequentes e algum tempo manco daperna esquerda obrigado

Dr. Daniel D'Attilio disse...

Vania, tenho uma paciente aqui comigo, que tem essa lesão no quadril esquerda, 3 hérnias lombares, 2 protusões e 1 hérnia cervical e mais uma lesão no ombro direito. Ela está em tratamento a menos de 1 mês, fazendo 2 sessões por semana e tendo grandes resultados. Já temos uma melhora na quadro algico e aumento da amplitude de movimento.
Qualquer dúvida entre em contato pelo e-mail contato@estudiosolis.com.br

felipeavf@gmail.com disse...

Bom dia Dr.
Estou fazendo Fisioterapia. Como saber se estou sendo bem atendido? Estão sendo aplicados o interferencial e ondas curtas, mas sinceramente não estou vendo efeitos. Já fiz 3 seções e a posição que fico na maca não é confortável. Segundo as fisioterapeutas, a partir da próxima seção, serão iniciados os alongamentos, mas não faz muito sentido, pois a perna esquerda que dói é a que mais tenho alongamento (talvez por isto ocorreu o pincer).
obrigado,
Felipe.

Anônimo disse...

Ola Dr tudo bem, fiz a cirurgia de impacto e lesao labral, gostaria de saber quanto tempo em média é o tratamento ja que varia de pessoa para pessoa, mais pela sua experiencia quanto tempo em média... a minha cirurgia tem 2 meses e 15 dias e ainda dói, pois tenho que fazer do outro lado tbm... obrigado e parabens pelo trabalho ai... Gustavo Henrique

Tata disse...

Bom Noite dr tenho uma dOR na virilha e face interna da coxa que estende até o joelho depois de uma queda de bicicleta, tenho dificuldades em andar devido às dores, foi ao hospital e fizeram Raio X o médico falou que era so muscular, não tenho tido melhoras com gelo e Voltaren,
e hoje encontrei informações sobre a lesão de labrum que tipo de exames tenho de fazer para saber se é lesão muscular ou uma lesão que não foi descortinada com o Raio X.

Jeferson disse...

Esses caras anônimos que xingam além de frouxos (por não se identificarem) se julgam muitos inteligentes. Qualquer pessoa formada na área de saúde (ao seja, apta a tratar o organismo humano de alguma forma) é entitulado doutor mesmo sem doutorado... É a lei, nutricionistas, médicos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos e assim vai...

Ale disse...

é possível tratar lesão labral com a Knesio Taping?

Anônimo disse...

Boa noite. tenho lesão labral II A, gostaria de saber que tipo de exercíco físico posso estar fazendo em uma academia.

Anônimo disse...

TENHO 28 ANOS E JA A MAIS DE UM ANO QUE SINTO UMA DOR FORTE NA PERNA, PRINCIPALMENTE QUANDO ESTOU DIRIGINDO, FOI CONSTATADO LESÃO NO LABRUM LATERAL, QUAL DEVERIA SER O TRATAMENTO ADEQUALDO?

Anônimo disse...

Bom dia Dr. Daniel! Tenho lesão no labro acetabular e já fiz fisio e hoje faço hidroterapia com Fisioterapetuta. Preciso perder peso e gostaria de saber sua opnião sobre quais exercícios fisicos eu poderia praticar? Agradeço desde já. Mariana

Roseli disse...

Boa noite! Preciso de uma orientação pra saber qual profissional devo procurar...
Pratico corridas de ruas 4 x semanais no nivel alto ...e ultimamente tenho sentido muitas dores nos Glúteos qdo paro ou seja termino uma prova ou um treino ...em minhas pesquisas sobre dor nos glúteos cheguei a LESÃO LABRIAL porém não sei se é isso ...
Qdo estou correndo não sinto dor ...mas se paro por alguns minutos é melhor retomar a corrida pois ai a dor some ... ou seja dói qdo paro e fico lembrando dela o restante do dia pois demora sumir e algumas vezes tenho dores lombar ... e pelo que li ate o momento ...me parece ser rupturas nos musculos ? Será que estou certa ? se estou qual profissional devo procurar? e tem cura? demora pra curar? Muito obrigada até o momento ... Um abraço!

Anônimo disse...

Dr. Daniel,

Tenho lesão do labrum faz 2 anos e sinto fortes dores constantemente quando ando. Já fui em vários médicos e todos disseram que é caso cirurgico, mas devido a minha idade(43 anos) não é aconselhável fazê-la. A prótese dura 20 anos e depois precisarei trocá-la novamente, aos 63 anos. Já me disseram que a melhor ginástica é hidroterapia e pilates. Faço pilates, mas neste local só tem hidrojump. Por favor, gostaria de saber se é aconselhável essa terapia, uma vez que é feita na água. Muito obrigada! Adriana

Anônimo disse...

boa tarde, infelizmente estou com lesao no labrum, hernia lombar e tendinite no pé, nao sei o q. causou td isso ainda,pois nao pratico esporte, fiz ressonancia e foi diagnosticado, passei ja por 2 clinicas de fisioterapia e nao obtive melhora o caso só se agravou, as dores erao esporadicas agora se tornaram continuas e fortissimas, estou muito ruim, nao consigo ficar muito tempo sentada e nem em pé, ao caminhar tbem doi muito( agora doi a perna inteira) , nao queria fazer a cirurgia por isso tento o tratamento conservador ,mas aqui no interior de S.P. tá dificil, parece q. os profissionais estao com preguiça de estudar o caso com carinho, ja fiz tbem osteopatia global, acupuntura, e varios trat. fisioterapicos, agora vou iniciar hidro p. fazer se possivel analgesia e relaxamente, mas tenho medo do profissional..... leio muito sobre a doença, possuo tbem um cisto intra-articular os medicos dizem que ele nao esta gerando dor outros dizem q.pode estar gerando dor, tive muitas controversias a respeito ate com os medicos, é desanimador.... estou desesperada, nao tenho mais qualidade de vida, sou medica veterinaria, nao posso trabalhar, nao posso ir e vir...td piora a dor, qdo estou um pouco melhor, acredite, vou cozinhar pois amo ir p. a cozinha ,esta sendo minha terapia psicologica,nem morfina tira a dor isso ja fazem uns 8 meses, td iniciou apos a hernia.desculpe o desabafo e o incomodo. obrigado pela atençao.ah..... aqui ainda em presidente prudente ninguem faz a cirurgia....e meu querido plano de saude só cobre a cirurgia em ribeirao preto, depois passo o nome do medico p. ver se vc conhece e tem indicaçao, aqui fica meu muito obrigado.

Giselle disse...

Olá. Fui diagnosticada com ruptura no labr4um acetabular e melhorei um pouco fazendo sessões de fisioterapia. Porém , percebo algumas limitações como dificuldade para andar ev dificuldade pra dobrar a perna para trocar de roupa. O que devo fazer?

Unknown disse...

estou com lesao no labrum do quadril e faço academia queria saber se posso continuar fazendo

Postar um comentário

 
As informações deste blog tem objetivo de informar e propagar o conhecimento. Não estão aqui em caráter de consulta, tampouco substituem a consulta médica ou fisioterapêutica. Os profissionais de saúde são os únicos indicados para avaliar e traçar a conduta necessária caso a caso. Se estiver com algum problema, procure um profissional de saúde.