18 de jan de 2012

Aposte nas enzimas para eliminar a gordura

Confira os benefícios e desvantagens de optar por esse tipo de tratamento.




Hoje, só fica com gorduras a mais quem quer. Seja por meio de treinos específicos, cirurgia plástica ou tratamentos estéticos, é possível eliminar as medidas a mais com rapidez e resultados rápidos.
Um dos procedimentos que tem ganhado mais destaque nas clínicas de beleza utiliza enzimas. Esse tipo de proteína é encontrado no organismo e é fundamental para que as reações químicas do corpo, como a digestão, aconteçam normalmente. Assim, graças às suas propriedades, o composto ganhou versões sintéticas para tratar o problema da gordura localizada, de transtornos digestivos e para contornar o corpo.
As aplicações podem ser feitas por meio de injeção ou cremes com a substância, mas ainda existem ressalvas a respeito. A boa notícia é que, se utilizadas de acordo com as indicações dos órgãos de saúde, elas quebram as cadeias de gordura tornando-as micropartículas que podem ser eliminadas com facilidade através do suor, da urina e das fezes.
O tratamento pode ser feito em várias partes do corpo, como abdome, glúteo, coxas e braços. Confira os detalhes e escolha qual se adequa mais a você.

Vantagens e desvantagens

Assim como em outros procedimentos, é preciso analisar os prós e contras antes de investir nas aplicações de enzimas. Na lista positiva está o fato de ele ser rápido, praticamente indolor, minimamente invasivo, com garantia de resultados e poucas exigências para recuperação.
No entanto, nem sempre é possível prever qual será o comportamento do organismo em relação às injeções. Em resumo, o efeito que determinada combinação de proteínas trouxe para sua amiga pode não acontecer em você. Além disso, há o risco de hipersensibilizações e alergias.

Para perder medidas

É importante ressaltar que as enzimas funcionam como método para esculpir o corpo eliminando pneuzinhos indesejados, mas sem contribuir para um emagrecimento efetivo. Se o objetivo é esse, é preciso aliar o procedimento a uma dieta de reeducação alimentar.
Nas sessões, o médico injeta uma combinação de proteínas que quebra as células de gordura para que o organismo possa absorvê-las. Quando aliados a outros tratamentos estéticos, como ultrassom, a injeção de enzimas torna-se ainda mais eficaz.
Existem algumas combinações de substâncias que já se popularizaram no Brasil. Entre eles está o Thermoyalo, que mistura cafeína, silício e tiratricol para mandar as enzimas embora. Sua desvantagem está em não ser indicada no tratamento de pacientes alérgicos à carne de porco e frutos do mar.
Outro exemplo é a Lipoderme, que concentra lipossomas, enquanto o Lipoayslim é conhecido por utilizar extrato de manda africana, que tem a capacidade de eliminar a gordura localizada e ainda combater o excesso das células adiposas no sangue. Por isso, além de ser benéfica para a silhueta, ela também cuida da saúde, reduzindo o colesterol ruim (LDL) e melhorando os índices de glicose.
Fonte: Thinkstock
Apesar dos bons resultados comprovados, vale ressaltar que o procedimento não é sinônimo de milagre. Se for aplicado de maneira inadequada, ele pode causar irregularidades de contorno, alergia e infecções. Por isso, o uso estético desse tipo de proteína deve ser feito exclusivamente por médicos.

Combata a flacidez

Além das soluções para a flacidez, é possível eliminar o efeito gelatina com a ajuda das enzimas. O segredo está no uso do DMAE, trissilinol e vitamina C, componentes que estimulam o fortalecimento dos músculos e a produção de colágeno e elastina.
O resultado é a pele com aspecto tonalizado, elasticidade e firmeza após a quinta sessão.

Elimine os sinais da idade

As enzimas também podem contribuir para a eliminação de sinais suaves na pele, como pequenas marcas de expressão, cicatrizes e manchas. Utilizando compostos como a papaína (vinda do mamão) e a bromelina (típica do abacaxi), é possível desenvolver um peeling enzimático que se aplica inclusive a faces mais sensíveis.
A partir da redução da camada de queratina da região, o rosto se ilumina e absorve com mais facilidade os ativos presentes dos cremes de tratamento, otimizando os resultados.

Resolva problemas digestivos

A intolerância a lactose é um dos problemas digestivos que tem se tornado mais comum nos últimos anos. Esse e outros distúrbios do tipo também podem ser tratados com o auxílio das enzimas.
Isso porque esses problemas acontecem devido à deficiência na produção de proteínas que deveriam absorvê-las. Assim, a solução é fazer a reposição por meio de suplementos, em sua maioria, ainda produzidos no exterior.
Eles ajudam ainda a combater os efeitos de radicais livres, mas devem ser usados apenas por quem precisa, por representarem calorias extras à dieta.
As enzimas ainda podem ajudar no tratamento de doenças como diabetes, hipertensão e problemas cardíacos, desde que sempre seja acompanhado por um médico.
PROCURE SEMPRE UM PROFISSIONAL CAPACITADO PARA TIRAR TODAS AS SUAS DÚVIDAS E PARA REALIZAR ESSE TIPO DE TRATAMENTO.
Dr. Daniel D´Attilio

 
As informações deste blog tem objetivo de informar e propagar o conhecimento. Não estão aqui em caráter de consulta, tampouco substituem a consulta médica ou fisioterapêutica. Os profissionais de saúde são os únicos indicados para avaliar e traçar a conduta necessária caso a caso. Se estiver com algum problema, procure um profissional de saúde.