25 de nov de 2011

Células da Medula vão "reiniciar" organismo de Gianecchini


O transplante de células-tronco que o ator Reynaldo Gianecchini fará, em tratamento contra um câncer linfático, é uma forma de "reinicializar" a medula óssea e o organismo após um ciclo agressivo de quimioterapia.

A superdosagem quimioterápica é muito eficaz no combate ao câncer. Ela, porém, mata tanto células cancerosas quanto saudáveis.
"A medula não se recupera disso. O transplante serve como um truque para que essa químio possa ser feita", diz Carlos Chiattone, professor de hematologia e oncologia da Santa Casa de São Paulo.

As células-tronco fazem uma espécie de "backup" da medula óssea. Após a superquimioterapia, elas são injetadas na corrente sanguínea.

"É como se elas tivessem o endereço de casa. Essas células circulam na corrente sanguínea, mas param exatamente onde deveriam e se juntam à medula óssea", explica Yana Novis, coordenadora de onco-hematologia do Hospital Sírio-Libanês e uma das responsáveis por tratar Reynaldo Gianecchini.

Hoje, a maior parte dos transplantes é feita com células-tronco dos próprios pacientes, o chamado transplante autólogo. No jeito mais comum, o paciente toma uma medicação para fazer com que as células-tronco da medula passem para o sangue.

Em um procedimento similar à hemodiálise, o sangue passa por uma máquina que "filtra" essas células.

"As chances de rejeição são baixas, mas o sucesso varia bastante com o subtipo de câncer", diz Novis.


Dr. Daniel D´Attilio
Matéria Retirada do Jornal FOLHA.com

19 de nov de 2011

VAI CHOVER OPORTUNIDADES PARA FISIOTERAPEUTAS E TERAPEUTAS OCUPACIONAIS‏

Ela olha para a filha de Romário, com Síndrome de Down, e  a voz é dominada pela emoção: “ …  este é um momento em que vale a pena ser Presidente .” O choro da Presidenta Dilma emocionou a todos nós, presentes  na cerimônia de lançamento do Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência. O lema é “ Viver sem Limite ”.

O Brasil da exclusão social vai investir aproximadamente 10 bilhões de reais, para que os cerca de 40 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência possam receber um treinamento adequado, tornarem-se produtivas e vivam em um mundo sem limites.  Foi um dia de esperança para as pessoas com deficiência cegos viram, os surdos ouviram, os deficientes físicos caminharam e os deficientes mentais elaboraram raciocínios sofisticados. É uma janela de grandes oportunidades que se abre para os que chegaram nesse mundo com uma barreira biológica. Da presidenta do Brasil, aos presidentes das APAES, todos selaram o compromisso de derrubar as barreiras físicas, biológicas, sociais e econômicas que impedem o pleno desenvolvimento dessa parcela significativa da população. Esse sentimento foi expresso pela presidenta da república na frase “ uma sociedade inclusiva, onde absolutamente todos os brasileiros e brasileiras caibam nesse todo.. ”.


O Programa envolve e integra quinze órgãos federais e a sociedade civil com suas instituições que atuam na área (veja a relação no discurso da presidenta). O programa é ambicioso. Transporte e escolas adaptadas para garantir o acesso ao ensino a todas as pessoas com deficiência. Vários incentivos fiscais para o desenvolvimento de tecnologia assistida e crédito subsidiado para a aquisição dessas mesmas. Casas, estádios e mobilidade urbana adaptadas às necessidades das pessoas com deficiência. Financiamento para o desenvolvimento de pesquisas e treinamento de pessoal para cuidar desses brasileiros.
Na saúde, o cuidado começa no neonatal e engloba até o desenvolvimento de próteses e órteses adaptadas e ajustadas às necessidades das pessoas com deficiência. Muitas são as ações que serão desenvolvidas para minimizar o efeito das barreiras biológicas. Para tanto, será necessário um grande esforço para treinar os profissionais da saúde a desempenhar com sucesso essa missão.


Parte das verbas serão aplicadas em inúmeras entidades da sociedade civil para ampliar os serviços que já vêm prestando, outras serão criadas. Essas entidades terão que contratar milhares de Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais.
Vai chover oportunidades para os Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais. Porém, lembre-se que é preciso dar uma oportunidade à boa sorte que apareceu para todos.


A minha sugestão para o profissional é que não espere que ofereçam a você emprego com carteira assinada. Procure se especializar na prestação de serviços às pessoas portadoras de uma deficiência específica. Não se contente em ser mais um, mas seja o melhor na área que escolher. Acompanhe nos sites dos Ministérios envolvidos na execução do Programa as linhas de financiamentos. Elabore um projeto para ajudar a minimizar os efeitos das barreiras biológicas e ajudar as pessoas com deficiência a recuperarem a funcionalidade. Corra atrás dos recursos financeiros para implementar seu projeto.  Assim, você estará se tornando um empreendedor e, além de ajudar as pessoas com deficiência, você passará a gerar empregos para você e para seus pares.


O CREFITOSP enviou  carta à Presidente Dilma (Of.Gapre 402/2011, de 25/10/2011), sugerindo um programa de atendimento de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, para a pessoa com deficiência, na família, na escola e no trabalho. O pedido está em análise pela Presidência. Vamos fazer a diferença na vida das pessoas com deficiência.
NOTA:  Estava lá representando os mais de 50 mil Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais do Estado de São Paulo e o presidente do COFFITO, Dr. Roberto Cepeda. Também esteve presente no evento a conselheira do CREFITOSP, a Dra. Maria Cândida Miranda Luzo, que trabalha no I nstituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Fundação de Ortopedia da USP e é uma das entidades parceiras do Programa que cuidará do treinamento e confecção na área de prótese e órtese.

Veja na íntegra o discurso da presidente em PLANALTO.gov

Dr. Gil Lúcio Almeida
FT, MC, PhD, Pós-doc é cientista, escritor e presidente do Conselho de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Estado de São Paulo (CREFITOSP).

16 de nov de 2011

Aula mistura Pilates e exercícios de Ballet Clássico

Não é de hoje que o Pilates virou moda nas academias e o exercício queridinho das famosas. Ele integra o time Body Mind, que engloba várias modalidades de aulas para corpo e mente. E estão sempre surgindo novidades de exercícios nessa categoria. O Virgula Lifestyle foi atrás de alguns e encontrou o Bio Classic, que acaba de sair do forno!

Formatado pela professora Alessandra Dianin (responsável técnica da aula em toda a rede de academais Bio Ritmo), ele une o Pilates com a dinâmica do Ballet Clássico. “O principal objetivo é trabalhar mais abdômen e perna. Ele também inclui definição muscular (não ganho muscular), enrijecimento, ajuda a deixar o bumbum durinho, por exemplo”, explica Alessandra.

O grande diferencial do Bio Classic está na última etapa da aula, a Diagonal, que foca na parte cardiovascular. “A ideia nessa parte é acelerar mesmo, queimar mais calorias”, destaca a professora. Além disso, o equilíbrio, a postura e a flexibilidade são bem trabalhados.

A aula de Bio Classic é dividida em quatro etapas:
1ª - Aquecimento (de 10 a 15 minutos). Obs: se a turma é mais avançada, dá para diminuir o aquecimento e pegar mais pesado na 2ª etapa da aula.
2ª – Com uso do bastão, é a parte principal da aula, aqui estão os exercícios mais específicos de balé. Trabalha de coxa, glúteo e o equilíbrio. (em torno de 20 minutos)
3ª – Parte de Pilates (de 10  a 15 minutos)
4ª – Diagonal, é a parte final, mais cardiovascular e também a mais dançante da aula (15 minutos)

Quem pode fazer?
O Bio Classic é aberto para todas as idades e para homens e mulheres. No entanto, o público feminino geralmente domina. É possível variar a intensidade da aula dependendo da turma. Restrição, apenas se for médica, relacionada a problemas no joelho, por exemplo.

Quais são os materiais usados? É possível fazer em casa?
A aula pode ser facilmente adaptada em casa. Na academia usa-se bastão, overball, e colchonete. O bastão como é usado apenas para apoio e equilíbrio, pode ser substituído por uma cadeira. Além disso, a aula embora seja feita em grupo, trabalha com exercícios individuais.

E no som?
Enganou-se quem imaginou uma típica ópera de ballet. O Bio Classic acontece ao som de músicas atuais, os típicos CDs de academia mesmo.

Na galeria acima, colocamos de dois a três exercícios de cada parte da aula, para você ter uma ideia de como funciona!

Veja fotos da Aula CLICK AQUI

Dr. Daniel D'Attilio
Texto retirado do site Virgula UOL

14 de nov de 2011

Pesquisa mostra desconhecimento da população sobre o diabetes

DIA MUNDIAL DO DIABETES 2011

A doença é uma das que mais avança sobre a população mundial, mas sua prevenção e tratamento ainda geram muitas dúvidas e incertezas na população em geral: menos da metade dos entrevistados souberam dizer o que é diabetes.

Um  levantamento  inédito realizado pela Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), com  apoio  da  Bayer  Health  Care,  e  participação  de  mais de 2.000 pessoas confirma: a população ainda tem dúvidas sobre o que é o diabetes e como a doença pode  ser  controlada.  De  acordo com a pesquisa, 38% acredita que diabetes tem cura  e  menos da metade dos entrevistados (49%) soube defini-la. E mais: apenas 50% dos participantes afirmaram que um diabético pode levar uma vida normal.

No  entanto,  é  importante  que  todos  saibam como prevenir essa que é uma das doenças  crônicas  que mais avança entre a população mundial. Dados da Federação Internacional  do  Diabetes  estimam  que  hoje  existam cerca de 250 milhões de pessoas  com a doença em todo o mundo e esse número deve chegar a 380 milhões em 2025.   “O  aumento  de  casos de diabetes, especialmente do tipo 2 em países em desenvolvimento,  decorre  de  alguns  fatores  como  aumento  da  obesidade, do sedentarismo,  dos  maus  hábitos  alimentares  e  do  próprio envelhecimento da população”,  explica o Dr. Walter Minicucci, vice-presidente da  SBD e médico assistente da Disciplina de Endocrinologia da Unicamp.

Entre os principais dados trazidos pelo levantamento ainda estão:

69%  dos participantes demonstraram conhecimento sobre os fatores de risco para o diabetes;
63%  das  pessoas disseram que conhecem alguém com diabetes, sendo que 49% são membros da família;
51%  dos  entrevistados não sabiam diferenciar os tipos da doença: tipo 1, tipo 2 e diabetes gestacional;
38% afirmaram que o diabetes tem cura;
85%  desconhecem ou subestimam o número de diabéticos no Brasil, sendo que;
61% acha que existem em torno de 2 milhões de doentes no País.

De  acordo  com  o  Dr.  Minicucci,  é  fundamental  que  as  pessoas sejam mais informadas  sobre  como  prevenir  e  tratar  o  diabetes. Quando não controlada adequadamente,  a  doença  pode  acarretar  complicações graves como retinopatia diabética  –  que  pode  causar  perda  visual  definitiva  –, catarata precoce, alteração  da  função  renal  que  pode  levar  o  paciente  para a hemodiálise, alterações  neurológicas  que  podem  ocasionar  dores  em  membros inferiores e atrofias  musculares  e  complicações  cardiovasculares  (infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral - AVC).

“Mas  também  é  preciso  lembrar  que  nada  disto ocorrerá se o tratamento for efetivo  e  contínuo”, reforça o especialista. “Uma rotina de atividades físicas deve  ser  incorporada por quem quer prevenir a doença e faz parte do tratamento dos pacientes com diabetes”, conta Dr. Walter Minicucci. A prática de exercícios físicos  é  importante,  pois  colabora para a redução dos níveis de glicemia no sangue  e melhora a ação da insulina. Além disso, ajuda a manter o corpo enxuto, eliminando o excesso de peso.

Para  o endocrinologista, a obesidade é uma das grandes vilãs quando o assunto é diabetes:  “as  pessoas  com  excesso de gordura no corpo, principalmente aquela concentrada  na  região abdominal, precisam emagrecer para diminuir os riscos de desenvolver  o  diabetes  tipo  2”, explica o médico. “Para os homens, o ideal é manter  a medida da cintura abaixo dos 100 cm, já para as mulheres, o melhor é a medida abaixo dos 82 cm”, afirma o Dr. Minicucci.



Dr. Daniel D´Attilio
Texto Retirado do site Diabetes.org

11 de nov de 2011

PRÊMIO TOP BLOG 2011

Pessoal, gostaria de pedir a ajuda de todos você. 


Meu Blog foi selecionado entre os TOP 100 da internet na Área de Saúde. 


Agora temos o 2º turno de votação, que contará com Votação Popular e Análise de um Juri Acadêmico, para poder ficar entre os 3 melhores colocados.


Então CLIQUE AQUI vote, compartilhe essa informação e  VAMOS FAZER ESSES NOSSOS VOTOS AUMENTAREM.

Me dedico muito ao blog para que passe seriedade, qualidade e principalmente muita informação. 


Conto também com o compartilhamento dessa solicitação. 

Um grande abraço aos amigos, leitores, críticos e visitantes que me ajudam e apoiam sempre.



Dr. Daniel D'Attilio

9 de nov de 2011

Pilates ajuda a fortalecer coluna, músculos da coxa e assoalho pélvico


Professora Cristina Abrami deu várias dicas de exercícios nesta sexta. Preparador físico José Rubens D'Elia também participou do programa.


Coluna  (Foto: Arte/G1)

Fortalecer a coluna, os músculos da coxa e o assoalho pélvico garante uma postura, uma tonicidade e uma mobilidade melhores.
Para destacar os benefícios do pilates nesse sentido, o Bem Estar desta sexta-feira (14) contou com a presença da professora Cristina Abrami e do preparador físico José Rubens D'Elia, que deram dicas de exercícios.
O pilates valoriza a concentração, a precisão, a fluidez e a respiração e hoje é uma técnica reconhecida para prevenção e tratamento de problemas na coluna.
Os convidados também falaram sobre como funciona a coluna vertebral e o que ocorre nos desvios mais comuns, como escoliose, cifose e lordose. Eles ensinaram, ainda, a respirar corretamente e mobilizar toda a caixa torácica.
A coluna precisa ser forte, para sustentar o esqueleto, e ao mesmo tempo maleável, para permitir uma grande quantidade de movimentos. Isso é possível intercalando estruturas rígidas, como as vértebras, com estruturas macias, como os discos intervertebrais, que absorvem o impacto e permitem a movimentação.
Os músculos têm um papel fundamental para uma postura correta, pois servem de sustentação dos ossos. Eles estão alojados junto das vértebras, por isso, se fortalecidos, ajudam a sustentá-las.
Os músculos da coxa também interferem na postura. Eles nascem na frente da coxa, cruzam a pelve e passam por trás da coluna. Por isso, é importante alongá-los, pois o encurtamento pode "jogar" a coluna para frente.
O fortalecimento da pelve também é muito importante, pois ela serve de base para a coluna.

Uma postura perfeita, porém, só existe em livros. Um desvio ou outro é natural, mas é necessário conhecer essas alterações e aprender a viver com elas.

No estúdio, os especialistas passaram uma sequência de exercícios na parede, que podem ser feitos com halteres de 1 kg ou 1,5 kg, ou ainda um saco de feijão. Depois, eles fizeram um movimento deitado, usando uma toalha de praia para se erguer e puxando atrás da coluna.
Bolsas ou mochilas pesadas não provocam escoliose porque não configuram a sobrecarga assimétrica, intensa e contínua, como tênis e basquete, por exemplo.
Principais desvios na coluna:
Escoliose: Desvio lateral associado a rotações da vértebra. A curva pode ser em forma de C (normal ou ao contrário) ou em S (normal ou ao contrário). Desenvolve-se durante o crescimento da coluna. Os ombros e a pelve ficam desnivelados. Pode surgir porque a pessoa sobrecarregou muito um lado do corpo com atividades intensas e prolongadas.

Lordose: Curva no sentido de um “C”
Cifose: Curva no sentido de um “C” ao contrário na região entre a lombar e a cervical.
Dr. Daniel D´Attilio
Fonte Site BEM ESTAR da REDE GLOBO

PILATES - A Arte da Contrologia

Desafiante, Forte, Eficiente e Apaixonante. São minhas definições para este grandioso conceito de saúde e felicidade. “a preparação física é requisito básico para a felicidade”. Joseph Pilates


Sim. Esta afirmativa hoje é verdadeira e atual, só que foi dita há 60 anos.
É uma atividade que tem como objetivo a consciência corporal através de um sistema completo de exercícios sistematizados que promovem o aumento da flexibilidade e o fortalecimento muscular, a partir do centro de força (no pilates Powerhouse, também conhecido como CORE). Criado entre as décadas de 1920 e 1930 por Joseph Hubertus Pilates. Utilizando a força do próprio corpo ou aparelhos e equipamentos concebidos e construídos a partir das necessidades dos praticantes, o método se destaca pela originalidade de seus conceitos e princípios, sendo considerado por especialistas e praticantes como o mais eficiente método de condicionamento físico da atualidade que sustenta grande importância no conceito mente sã corpo são.


A mente molda o corpo e o corpo bem preparado dá condição da mente transcender. Que por sua vez geraria um corpo ainda melhor. Este princípio de geração e interdependência reporta-nos a teoria Taoista do YIN E YANG e está muito presente no método Pilates, juntamente com influências do yoga, zen budismo, artes marciais e exercícios praticados pelos antigos gregos e romanos.
Em um trecho de seu livro RETURN TO LIFE THROUGHT CONTROLOGY, Pilates fala sobre seu método: “A contrologia começa com o controle da mente sobre os músculos. Respeitando milhares e milhares de células cerebrais, ativando assim novas áreas e estimulando o posicionamento da mente”.


Em outra obra, Your Health (1943), A Contrologia “é o controle consciente de todos os movimentos musculares do corpo. Trata-se da correta utilização dos mais importantes princípios das forças que se aplicam a cada um dos ossos do esqueleto, como completo conhecimento dos mecanismos funcionais do corpo, bem como o total entendimento dos princípios de equilíbrio e ação da gravidade aplicados a cada movimento, no estado ativo, em repouso e dormindo.”


Através da CONTROLOGIA, Joseph Pilates criou seis princípios básicos a serem considerados não só durante a execução dos exercícios, mas também no dia-a-dia, são eles:
Concentração: Durante a execução dos exercícios, devemos estar concentrados ao centro de força e ao mesmo tempo, observar cada movimento que compõe determinado exercício, bem como todos os fatores limitantes para a execução do mesmo.


Controle: O controle é fundamental para a eficácia e segurança do treinamento físico e principalmente no Método Pilates. Nunca o movimento a qualquer custo; mas, qual é o custo do movimento? Se você não consegue executar o exercício completo com perfeição, fragmente-o (orientado por instrutor) para que você não perca o controle do movimento e o exercício possa ser realizado com perfeição, como o método exige.


O Centro: Pilates concluiu que o corpo tem um centro físico onde se originam todos os movimentos. Ele o chamou de POWERHOUSE (Centro de Força). O abdômen, a parte de baixo das costas e as nádegas compõem este Centro de Força. O Método Pilates concentra-se em reforçar este CENTRO. Os músculos associados ao POWERHOUSE sustentam a coluna, os órgãos internos e a postura. A maioria dos exercícios de Pilates tem seu foco no POWERHOUSE de forma a estabilizar o torso e permitir que estiquemos e alonguemos. O domínio deste centro tem como efeito uma cintura mais delgada, um abdômen mais definido e uma melhora considerável da fisiologia visceral. Além de uma postura mais correta e forte.


O Movimento: Fluidez, harmonia e beleza: Esta tríade define o que devemos buscar ao executar os movimentos durante o exercício. Os exercícios preconizados por Pilates levam o aluno a conhecer um grande número de exercícios harmônicos e conscientes.
Precisão: O Controle está diretamente ligado à precisão. Pilates dizia: “Concentrar-se nos movimentos certos cada vez que você faz um exercício. Caso contrário, você os executará de forma inadequada e eles perderão seu valor”.
Respiração: Pilates enfatiza a importância de manter a circulação do sangue pura. Este é o resultado de uma respiração adequada durante os exercícios, oxigenando o sangue e eliminando os gases nocivos. No Método Pilates todos os exercícios são associados à respiração. Em geral inspirando (expandindo as últimas costelas), iniciamos o movimento e ao final do último movimento do exercício, devemos estar com os pulmões vazios. Ter expirado todo o ar, puxando mais ainda o umbigo em direção à coluna.
Existe alguma contra indicação?


Este método de condicionamento corporal promove harmonia e balanço muscular em todas as idades, sem contra-indicações, condicionando e energizando seu corpo através dos exercícios. Porém, Joseph Pilates só aceitava em seu Studio crianças à partir de 12 anos de idade por acreditar que crianças muito jovens, não apresentavam maturidade e concentração suficientes para a prática dos exercícios. Por ser uma atividade individual ou feita em pequenos grupos, e ainda supervisionada por um profissional especializado, a aula pode e deve ser direcionada para as necessidades de cada aluno, e por isso pode ser praticado por qualquer indivíduo, desde o atleta até o sedentário, do idoso ao adolescente, da grávida aos pacientes em fase de reabilitação, podendo ser recomendado como condicionamento e prevenção de lesões para todos.


Os resultados:
· um corpo forte, flexível e alongado, sem dores posturais, com uma postura alinhada.
· Maior capacidade de concentração e mais vitalidade física;
· Melhor percepção corporal e conseqüentemente destreza nos movimentos do cotidiano;
· E o mais procurado pelos praticantes, um corpo definido com uma barriga desenhada. Lógico que tudo acompanhado de uma alimentação balanceada e hábitos saudáveis.


De acordo com PILATES, após as primeiras dez sessões utilizando-se o método da contrologia, o aluno sente mudança no corpo. Após 20 aulas, as mudanças são visíveis e após 30 aulas, os outros percebem as mudanças.
Este conceito de mais de 6 décadas, hoje é conhecido como longevidade cerebral e física, e é a base dos trabalhos integrativos que buscam a harmonia da trilogia corpo-mente-espírito. Deve sempre ser aplicado por educadores físicos ou fisioterapeutas através de aulas que usualmente têm duração de 1 hora em aparelhos próprios ou no solo.



Pratique Pilates no Estúdio Solis e conheça essa maravilhosa técnica de Vida e Bem Estar.
Dr. Daniel D´Attilio
Fonte CORPO EM FOCO

8 de nov de 2011

MAIS EMPREGO MELHOR REMUNERAÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM PARA VÊ-LA EM TAMANHO NATURAL - COMPARTILHE ESSA INFORMAÇÃO

Nova campanha do CREFITO-SP sobre a remuneração e empregabilidade das áreas de Fisioterapia e Terapia Oupacional. Direitos e deveres dos pacientes ao exigir o atendimento individual e pelo SUS.
Nesse link, você terá acesso ao vídeo feito pelo CREFITO-SP de incentivo e esclarecimento sobre esse assunto. O vídeo é super instrutivo e explicativo sobre a situação do subemprego e do desemprego na nossa profissão; como as autoridades estão lidando com os fatos e; como esse quadro pode ser revertido.
Dr. Daniel D´Attilio
Texto Dr Virgínia Helena Fonte CREFITO-SP

GYROTONIC


A metodologia do Gyrotonic é um sistema de exercícios criado por Juliu Horvath, húngaro nascido na Romênia. Horvath, bailarino formado, buscou asilo político nos Estados Unidos na década de 60, onde desenvolveu o Gyrotonic, após um ferimento no tendão de Aquiles que interrompeu sua carreira. Ele então começou a praticar ioga, e desenvolveu um sistema chamado Ioga para Dançarinos com Hillary Cartwright, que mais tarde se desenvolveu na Girocinese (Gyrokinesis).
Exercícios de Gyrotonic empregam movimentos encontrados na natação, ioga, ginástica e tai chi, usando um equipamento especializado desenvolvido por Horvath. O sistema tem como premissa melhorar a flexibilidade e equilíbrio, assim como tônus muscular, e aumentar a flexibilidade, estabilidade e mobilidade nas juntas como um todo. Já foi comparado com o Pilates, mas o Systema Gyrotonic oferece movimentos circulares, tridimensionais, usando padrões de respiração específicos da ioga que, segundo a mesma, limpam, removem toxinas e rejuvenescem todo o corpo.
Após ter começado em Nova Iorque, mestres e treinadores estabeleceram estúdios no mundo inteiro, como São Francisco, Seattle, Rio de Janeiro, Madri, Londres e Paris. O Gyrotonic é amplamente usado por dançarinos, atletas, e em fisioterapia, além de condicionamento para pessoas de diferentes origens.
Esportistas o utilizam para desenvolver força, flexibilidade e eficiência. Pessoas de idade avançada usam para aliviar dores nas articulações e melhorar a amplitude de movimento. Terapeutas e médicos o indicam para reabilitação de lesões e para alívio de condições crônicas que não obtiveram sucesso com outros métodos de tratamento.
PARA MELHOR VISUALIZAÇÃO CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIA-LÁ

GYROTONIC®GYROTONIC® & Logo, GYROTONIC® EXPANSION SYSTEM, GYROKINESIS® and The Art of Exercising and Beyond são marcas registradas da GYROTONIC® Sales Corp. e são usadas somente com sua permissão.


Dr. Daniel D´Attilio

7 de nov de 2011

NOVELA CORRIGE O ERRO COM FISIOTERAPIA. ASSISTA A CENA!

Depois do erro do ultimo dia 31 de agosto, onde teve uma cena que um personagem foi apresentado como enfermeiro e auxiliar de fisioterapia (Renato) para fazer um tratamento terapêutico em uma criança (Rafael), finalmente a novela da Rede Globo consertou a informação.

Em uma cena que o profissional (Renato), sabe-se lá de que, vai receber o pagamento do Ícaro, pai da criança, e diz que não fez exercícios porque esses só quem pode fazê-los é o fisioterapeuta. E completou dizendo que fez curso técnico de massagem oriental e por causa disso fez o "tratamento" na criança.


Sinceramente, eu não sei o que foi pior. A cena diz: "alongamento em modo oriental". E disse que exercícios é exclusividade da fisioterapia, coisa que não o é. Ou seja, continua passando a informação errada para a sociedade.

A informação errada foi a nossa principal reclamação. Com a fisioterapia ela foi corrigida, mesmo de uma forma inadequada. Mas o erro de informação continuou. É lamentável que a Rede Globo, que investe tanto em informação para a sociedade, peque em coisas tão simples.

Veja a cena da novela:



Dr. Daniel D´Attilio

6 de nov de 2011

DOE SANGUE, DOE VIDA



SÃO PAULO – A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo está convocando pessoas que tenham sangue do tipo O, positivo e negativo, para auxiliar a reforçar, por meio de doação, os estoques da Fundação Pró-Sangue, órgão da pasta responsável pelo abastecimento de 128 hospitais da capital e região metropolitana. O estoque de bolsas destes dois fatores está no patamar crítico.
O sangue O positivo é o mais frequente na população brasileira. Mas o O negativo é mais raro no país, sendo apenas encontrado em aproximadamente 6% dos doadores brasileiros. O sangue O negativo tem caráter universal, podendo ser doado para pessoas de todos os tipos sanguíneos. É muito utilizado em casos emergenciais, de pessoas que passam por cirurgia e precisam de transfusão.
Para doar basta estar em boas condições de saúde, alimentado, ter entre 16 e 67 anos,
pesar no mínimo de 50 kg e trazer documento de identidade original. É recomendável evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e bebidas alcoólicas 12 horas antes.


“É muito importante que a população colabore e ajude a reforçar os estoques da Pró-Sangue, por meio de um gesto de solidariedade que pode salvar vidas”, afirma Osvaldo Donini, coordenador da Hemorrede da Secretaria.
ETAPAS DA DOAÇÃO
O gesto da doação envolve também um processo lógico e bem estruturado com a finalidade de oferecer segurança e comodidade ao doador.

Siga abaixo virtualmente os passos da doação:










Dr. Daniel D´Attilio
Fonte HEMOCENTRO - Telefone: 0800-55-0300

 
As informações deste blog tem objetivo de informar e propagar o conhecimento. Não estão aqui em caráter de consulta, tampouco substituem a consulta médica ou fisioterapêutica. Os profissionais de saúde são os únicos indicados para avaliar e traçar a conduta necessária caso a caso. Se estiver com algum problema, procure um profissional de saúde.