29 de out de 2011

Atendimento Emergencial no Pan Guadalajara


Participam do jogos  Panamericanos de Guadalajara  42 países, com seus atletas disputando medalhas em 47 modalidades esportivas. Durante as disputas os atletas estão suscetíveis a lesões. Faz parte da organização de um evento como este a estruturação de um serviço de atendimento médico aos atletas. Cada delegação conta com a sua equipe médica, que é composta por diversos profissionais da saúde, como médicos, enfermeiros e fisioterapeutas.
Alguns países, contam com os próprios treinadores, que realizam cursos certificados por Associações credenciadas e podem desempenhar alguns procedimentos no atendimento emergencial ao atleta de acordo com o nível de complexidade. Uma boa equipe da saúde para atletas exige trabalho em conjunto e preparação. É importante ressaltar que cada profissional possui uma função específica para assegurar uma avaliação adequada e cuidados a atletas lesionados. O profissional não deve assumir deveres que não são de sua competência. O profissional pode desempenhar uma função no atendimento emergencial na realização de determinado procedimento respeitando a sua formação.
Profissionais
Nas modalidades de quadra, como por exemplo o basquetebol, handebol e voleibol, há a presença do médico e fisioterapeuta no banco, que podem prestar esse primeiro atendimento. Nessas modalidades é possível retirar o atleta de quadra, e este retornar se apresentar condições de jogo de acordo com a avaliação. Em várias modalidades, como no judô e tênis há regras mais específicas para o atendimento, com tempo para a realização de procedimentos. O desconhecimento das regras pode levar a desclassificação do atleta, sendo de suma importância que o profissional conheça todas as regras de atendimento. No tênis, é muito presente a atuação do fisioterapeuta, uma das regras de atendimento é a  realização da avaliação, seguida do procedimento com duração no máximo de 3 minutos.


De uma forma geral, antes de oferecer assistência a um atleta, deve-se avaliar a segurança do local, nível de consciência e mecanismo de lesão. Essa etapa é realizada rapidamente, porém de maneira cuidadosa. Ao avaliar o atleta procuramos identificar se este tem condições de continuar na prática, se necessário realizar algum procedimento ou quando a gravidade da lesão é maior é indicado a sua remoção.

Normalmente, o kit de primeiros socorros contém: 

  • Ataduras, gazes esterilizadas, talas, tesoura, luvas de procedimento, faixas elásticas, esparadrapos, soro fisiológico, álcool, sacos plásticos, termômetro, faixas de crepe.
Além disso, no local deve ter gelo, macas para remoção, imobilizadores e o suporte de uma ambulância, com os equipamentos e profissionais habilitados para utilizá-los se necessário.

A ocorrência de lesões varia muito entre as modalidades esportivas e podem ser por trauma direto com outro atleta ou equipamentos, piso, condições climáticas e fatores intrínsecos do atleta. Para citar algumas lesões, o entorse de tornozelo é muito comum em esportes como o basquetebol, voleibol e handebol. Em esportes de lutas, observamos luxações articulares e escoriações. Já no atletismo são comuns as lesões musculares.
No entorse de tornozelo, deve ser observado o mecanismo de lesão, para tentar identificar possíveis lesões ligamentares e outras lesões associadas, como fraturas. A avaliação é guiada de tentando identificar se o paciente apresenta condições de continuar a prática. O procedimento comum no entorse de tornozelo é o PRICE. O paciente também pode ser encaminhado para a realização de exames mais específicos, descartando lesões associadas.
Nas luxações articulares é preciso muita cautela, pois profissionais não habilitados podem agravar a lesão. O procedimento indicado é a imobilização do membro na posição, sem realizar a redução, e a remoção do paciente para o atendimento em serviço médico especializado.
Para lidar com as lesões de maneira segura e eficiente é preciso estar preparado para o atendimento e se manter atualizado sobre os procedimentos no atendimento emergencial.

Dr. Daniel D´Attilio

0 comentários:

Postar um comentário

 
As informações deste blog tem objetivo de informar e propagar o conhecimento. Não estão aqui em caráter de consulta, tampouco substituem a consulta médica ou fisioterapêutica. Os profissionais de saúde são os únicos indicados para avaliar e traçar a conduta necessária caso a caso. Se estiver com algum problema, procure um profissional de saúde.