10/08/2011

Afinal, Fisioterapeuta é ou não Doutor?

Muita gente tem me questionado sobre o uso do meu DR. e para não sobrar dúvidas resolvi publicar esse post. Se vc é colega de profissão, não se diminua exportando abreviaturas não reconhecidas, como o FT. Assuma a postura e a responsabilidade que vc suou para adquirir na faculdade. E se for questionado a respeito aí vai o argumento:

A origem do termo doutor encontra-se na palavra latina doctor, que significa mestre ou professor, pertencente à família do verbo docere, cuja tradução é ensinar. Um doutor, considerando-se do ponto de vista estritamente etimológico da palavra, é aquele que ensina. Segundo os nossos atuais dicionários Aurélio, Houaiss e Michaelis, doutor, em suma, significa: aquele que cursou o doutorado; uma pessoa considerada muito culta, importante; todo o indivíduo formado em curso superior.

Segundo o Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional - CREFITO, o fisioterapeuta deve usar e apresentar-se como Doutor na sua atuação profissional com respaldo legal para tal, considerando o princípio da isonomia, da tradição cultural de nosso país e da sua fundamentação científica profissional. Alguns fisioterapeutas brasileiros usam a abreviação Ft. (fisioterapeuta) transcrita dos fisioterapeutas portugueses e originada do molde PT (physiotherapeutic) dos norte-americanos ao invés de usar o título Dr. A abreviatura FT. não é oficial no Brasil, e portanto não é reconhecida pelos CREFITO's e COFFITO.

RESPALDO LEGAL PARA O USO DE DOUTOR PELO FISIOTERAPEUTA:
O PRESIENTE DO CONSELHO REGIONAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL DA 5ª REGIÃO – CREFITO-5; No uso de suas atribuições e competência prevista no inciso II, do art. 44, da Resolução COFFITO-6, tendo em vista o deliberado na Reunião de Diretoria, realizada em 23/10/2000, em consonância com a luta até então desenvolvida pelo Egrégio Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional – COFFITO, e considerando:

1- A não existência do direito positivo brasileiro, consubstanciado na Lei n. 5.540 de 28.01.68, e no Decreto Lei n. 465 de 10.02.65, de preceitos legais disciplinando a concessão do título de Doutor;

2- Baseando-se em que o uso do título de Doutor tem por fundamento procedimento isonômico, sendo, em realidade, a confirmação da autoridade científica profissional perante o paciente;

3- Que o título de Doutor tem por fundamento praxe jurídica do direito consuetudinário, sendo de uso tradicionalmente aceito entre os profissionais de nível superior;

4- Que a praxe jurídica fundamentada nos costumes e tradições brasileiras, tão bem definidas nos dicionários pátrios, assegura a todos diplomados em curso de nível superior, o legítimo direito do uso do título de Doutor;

5- Que a não utilização do título de Doutor leva a sociedade e mais especificamente a clientela do profissional da área a que se destina assistência fisioterapêutica, pressupor uma inadmissível e inconcebível subalternidade, em se tratando de profissional de nível superior;

6- Que deve ser mantida isonomia entre os componentes da Equipe de Saúde e que o título de Doutor é um complemento, um “plus” na afirmação de um legítimo direito conquistado ao nível de aprofundamento em uma prática terapêutica com fundamentação científica;

7- A inexistência, na língua portuguesa e na legislação própria das expressões FT e TO, o que por lógico torna inadmissível a utilização de tais abreviaturas como identificação do profissional da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional, respectivamente;

8- Que expressões outras que não Fisioterapia, dificultam e não identificam de forma clara e objetiva o profissional da Fisioterapia;

DECIDE: Recomendar aos Fisioterapeutas que na sua atuação profissional usem o título de Doutor, por se tratar de um direito legítimo e incontestável. Outrossim, decide ainda, não reconhecer as abreviações FT como identificadora do profissional da Fisioterapia.

RERERÊNCIAS: 
www.coffito.org.br

Dr. Daniel D´Attilio
Fisioterapeuta

135 comentários:

blog.conexaosaude.com disse...

Concordo plenamente, FT não existe, fisioterapeuta deve ser reconhecido sim como DR pois é o que somos!

graça disse...

Finalmente achei outro profissional de bom senso, que compartilhe e explique o Dr. na frente do nome. Parabéns pela divulgação.

Dra.Graça Troyano
Fisioterapeuta

oncofisio disse...

Corrida de Prevenção do Câncer de Mama Autor: Sport&Tracks
Corrida de Prevenção do Câncer de Mama - Corrida 5 Km - Corrida 10 Km - Caminhada.
O evento acontecerá no dia 18 de setembro de 2011, com LARGADA e CHEGADA no SESC FAIÇALVILLE.
Realização: Sport&Tracks
Co-Realização: APCAM - Associação dos Portadores de Câncer de Mama do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás e SESC - Serviço Social do Comércio.


MAIS INFORMAÇÕES PASSE NO MEU BLOG....BJUXXX

Anônimo disse...

Bom, não concordo com a posição de que quem tem nível superior é DOUTOR, DOUTOR na minha opinião, só quem tem doutorado. simples assim

Dr. Daniel D'Attilio disse...

Caros anônimos se identifiquem!!!

Dr. Daniel D'Attilio disse...

Todos os comentários inoportunos da Sra. Erika Minkevicius serão excluídos do Blog.

A mesma afirma que tento me passar por Médico, não faço e nunca quis, amo minha profissão e amo ser Fisioterapeuta.

Anônimo disse...

E quando ao post do fisioterapeuta Eduardo Medergrut??? Ele apenas explicava que um fisioterapeuta não podia especializar-se em MEDICINA ESPORTIVA mas em fisioterapia do esporte... kkkkkkk Nada inoportuno e muito didático para todos os colegas que interessam-se pela área! Afinal, qual é o objetivo do seu blog? Louros à vc? ou informações? por que só deixou as respostas que te interessavam ???O colega Eduardo foi MUITO CLARO inclusive quanto à informações de como conseguir o título de especialista!

Dr. Daniel D'Attilio disse...

Caro, "Anônimo" o objetivo do Blog é educativo, e não procuro louros para mim, até porque muito dos texto que se encontram aqui são de outros colegas.

A Exclusão do comentário do Dr. Eduardo Medergrut foi um equivoco infeliz, espero que o mesmo post novamente sua resposta.

Se não quisesse ver comentários de terceiros no meu Blog, desativaria esse opção do Blog.

Anônimo disse...

Nem o fisioterapeuta nem ninguem , mas depois de um doutorado todo mundo pode ser DOUTOR! Outro dia vi numá clínica um monte de "doutoras" , fiquei bobo: psicologas, fisioterapeutas, enfermeira (era a podologa tb mas era DRA!)e nutricionista.TODAS DOUTORAS! Tenha dó! Virou meio palhaçada isso, né? SE formou , virou DRA? Qualquer um, agora? Me fala vc, Daniel, o que vc acha disso?

Anônimo disse...

Eu acho que nao doutor é quem faz doutorado...To errada?Se for assim a enfremeira tbm é doutora..Primeiro vai fazer doutorada ai sim !!!

Anônimo disse...

Não estou informada sobre o que ocorreu com os demais conselhos mas o "direito" que adquirimos mediante o crefito de saber uso do DR tão logo saímos da faculdade sem qualquer especialização posterior até por termos estudado anatomia, fisiologia, histologia e outras tantas... vários outros profissionais paramédicos TB SOLICITARAM O DIREITO e aparentemente tb tiveram... Já vi vários enfermeiros, nutricionistas e outros com DR tb. Por isso, pessoalmente , eu discordo tb! (se for parar pra pensar eles tem tanto direito quanto nós de usar um DR tão logo se formam, OU SEJA NENHUM DIREITO! )

Daniela Corrêa
fisioterapeuta

Anônimo disse...

VC SABIA QUE NA CARTEIRINHA DE UM MÉDICO, OU SEJA , O CRM NÃO VEM DR NENHUM??? O diploma deles vem Doutor em Medicina pela Universidade XXXXXXX mas na carteirinha deles não! Vem conselho regional de medicina, o nome do profissional ( ex: joão da Silva) e embaixo do nome MÉDICO! Só o nosso conselho que faz destas...

Luciene Marques disse...

Por uma questão de isonomia. Somos de fato e de direito!

Paulo Diniz disse...

o proposito pelo qual é dado o título de doutor não torna o profissional melhor cientificamente uns que os outros e sim no intuito de confirmação cientifica em relação ao paciente, como observado na nossa constituição.

Anônimo disse...

consciencia e bom senso pessoal
pelo amor de Deus, fisioterapeuta Dr.
ah, pára..., entao me responda, e os individuos
que se mataram pra fazer doutorado hem, como fica
ridiculo, comparar alguem que sai de uma faculdade
sem respaldo cientifico nenhum, sem uma pós graduacao, sem
um curso de especializacao , cru e nu. e pense nos alunos que nunca se dedicaram, passaram colando
vao para o mercado, e acaba com a classe dos bons
profissionais da area, bem Dr. é quem ralou muito
estudou muito e é muito bem merecido seu titulo
defendido, só bom senso mais nada...

sou fisioterapeuta , mais pretendo me dedicar ao mestrado
e quem sabe ao Doutorado, ai sim terei direito legal do meu titulo.

Anônimo disse...

Ridiculo um nutricionista ou um fisioterapeuta se entitular DR. acho que o fisioterapeuta esta muit mais para um massagista especializado formado.

Cecy Viana disse...

OLÁ!GRANDES PROFISSIONAIS DOUTORES PROFESSORES CATEDRÁTICOS,ME FALARAM QUE FISIOTERAPEUTA E NUTRICIONISTAS PSICÓLOGOS ACUMPURISTAS ,NÃO SÃO DOUTORES,POIS NÃO FIZERAM DOUTORADOS,E QUEREM SEREM CHAMADOS DE Dr.fulano de tal?OS PRÓPRIOS SÁBIOS DENTRO DESSAS CAPACIDADES QUE FALEI ME FALARAM;OLHA NÃO ME CHAMA DE DR.POIS NÃO SOU DOUTOR ETC.MAIS TEM UNS FISIOTERAPEUTAS QUE EXIGEM QUE OS PACIENTES OS CHAMAM DE DOUTORES!JAMAIS CHAMARIA ESSES PROFISSIONAIS DE DOUTORES,POIS ACHO INJUSTIÇA AS SECRETÁRIAS CAPACITADAS SEREM OBRIGADAS A CHAMÁ-LOS DE DOTOURES E DE Sr.Dr.fulano de tal de doutor,PARA NÃO PERDER O EMPREGO ELAS FALAM;CLÍNICA DE DR FULANO BOM DIA AH!O SR.DR.FULANO DRA.FULANA NÃO PODEM ATENDER HOJE,ENTENDERAM O QUE QUIS DIZER?NÃO ESTOU DESCRIMINANDO ESSES PROFISSIONAIS DE SUAS CAPACIDADE,MAIS ELES NÃO SÃO MÉDICOS NEM DOUTORES E SE ACHAM MELHORES QUE OS OUTROS E JÁ TIVE VÁRIOS QUE FORAM ARROGANTES COMIGO,E NUNCA MAIS OS PROCUREI,POIS EM TODA PROFISSÃO,DEVEMOS SER HUMILDES E HUMANOS,É ASSIM QUE NOSSO DEUS NOS ENSINOU!E OS VERDADEIROS MÉDICOS DE VERDADE NEM USAM FARDAS JALECOS BRANCOS,POIS ELES SABEM DAS SUAS CAPACIDADES E NÃO PRECISAM MOSTRAR PARA OS OUTROS QUE SÃO MÉDICOS,JÁ VI TANTOS MÉDICOS VESTIDOS COM ROUPINHAS TÃO HUMILDES QUE ME ASSUSTEI EM VÊ-LOS SEM UNIFORMES DE MÉDICOS E ERAM GRANDES NEUROS-CIRÚRGIÕES E DIRETORES DE GRANDES HOSPITAIS COMO O H.SÃO LUIS EM SÃO PAULO.EM VIT.DA CONQUISTA FUI CHAMAR UMA PSICÓLOGA DE DOUTORA,ELA SORRIU E ME DEU UMA BRONCA E DISSE;EU NÃO SOU DOUTORA ME CHAMA PELO NOME APENAS,AI SIM SABE O SEU LUGAR E A SUA CAPACIDADE SEM PRECISAR USAR NOMES FALSOS,POREM,TEM MÉDICOS ARROGANTES NÃO ESTOU VOS CRITICANDO,APENAS ESCLARECENDO QUE TEMOS QUE SERMOS HUMILDES HUMANOS CARIDOSOS EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO!QUE DR.JESUS CRISTO VOS ABENÇOE COM PAZ AMOR E SAÚDE,E SAIBAM CUMPRIR O JURAMENTO QUE FIZERAM A DEUS E HIPÓCRATES O PAI DA MEDICINA!OBRIGADA E PERDOE MINHAS FALHAS E ERROS DE PORTUGUES.ABRAÇOS DE MUITA LUZ!!ASS:Cecília Messias Viana Faria.

Dr. Paulo Sergio "Artista Plástico". disse...

Quanta baboseira!!! Sr. fisioterapeuta frustrado, vá fazer Doutorado se quer este título!!!

Anônimo disse...

De fato fica estranho esse tratamento isonomico. Tenho doutorado em direito público, mas pela explicação anterior estou no mesmo nível de um graduado. Mesmo sendo DOUTOR de fato e de direito não faço questão dessa indicação. Agora onde eu faço pós-doutorado, lá todos me chamam de doutor, não me sinto encomodado porque estão se dirigindo a um douto de verdade, e não a um recem graduado.

Anônimo disse...

Toda via então se todos os fisioterapeutas que acabaram de se formar não podem usar Dr. nenhum profissional como psicologo, fisioterapeuta e medico, tmb não poderiam, pois todos esses saem da faculdade sem respaldo cientifico, pós-graduação, sem curso de especialização e muito menos Doutorado. Porem o direito é igual pra todos, enquanto residentes em medicina usarem o Dr. Todos terão o mesmo direito. Pelo contrario será ridículo o uso de Dr. pelos médicos.

Dr. Diego

Anônimo disse...

O direito é igual para todos se médicos usam tendo cursado apenas o nível superior, e em seus diplomas não contem Dr. porque os tais usam?
Seriam iguais ou melhores que os seu professores que ralaram tanto para fazer um doutorado!
Quando médicos recém formados usavam Dr. ninguém reclamava, mas agora que os outros profissionais acordaram para o uso do Dr. esses se incomodaram e logo acha o uso de Dr. por psicólogos e fisioterapeutas "ridiculo"
pra mim isso tudo é abuso! Vivemos em um País em que um dos lemas é: "Brasil um País de todos" agora médicos é melhor do que todos?

DRA. ROSANGELA
Psicóloga.

Patrícia disse...

Galera, não sou formada em medicina ou similares, mas em publicidade. Porém, como qualquer acadêmico, o mínimo que deveriam saber é que a palavra "doutor" é usada em relação à pessoa que é responsável pela sua vida, como os médicos e advogados, por exemplo. Em relação ao enfermeiro, não lhe é dado o cargo devido à sua irresponsabilidade legal. Se caso acontecer alguma coisa com o paciente, o médico é quem é o responsável. A sua defesa no tribunal - que geralmente vale a sua vida ou moral - , o advogado quem é o responsável. No fim, doutor é aquele que assina a responsabilidade por você. Por fim, doutorado pode ser usado tanto para quem fez doutorado (no Brasil e caso, acima do doutorado, é PhD) como para quem segue a profissão médica e advocatício. Apesar do nome ser o mesmo, o significado a eles são diferentes, da mesma forma que você usa a palavra "coroa" para diversas situações, como "idoso", "tiara imperial", "lado da moeda", etc.

Higor Cairo disse...

Ola amigos, sou graduado em Engenharia de computação, acho um absurdo as pessoas quererem ganhar um título por pura "metidês", o cara pode ser o que for Médico, Fisioterapeuta, Enfermeiro, Advogado, Gari e etc... Luto por uma País justo, sem esnobes e corruptos, não use o jeitinho Brasileiro de resolver as coisas, sempre que vou a um profissional e ele se reporta para ser chamado de Doutor, eu pergunto seu grau de instrução, se não estiver de acordo com as normas acadêmicas, peço para que o mesmo me trate da mesma forma como Doutor, ficam com a cara do tamanho do mundo de vergonha, não faço Doutorado e nem pretendo fazer, minha opinião.

Anônimo disse...

Aqui onde eu trabalho ta cheio de fisioterapeuta se achando doutor...acho q ta errado, nao deveriam permitir no jaléco DR... Se ate medico pra ser doutor tem q ter doutorado, nao sabiam nao??? Isso tá é ridículo viuuu. .

Anônimo disse...

é uma RECOMENDAÇÃO, dada por UM DE VOCÊS! E sua fundamentação é extremamente pobre, em resumo, vocês estão dizendo que serão chamados de doutores pq os médicos tb são e se não for assim, as pessoas não vão acreditar na competência de vocês...vá fazer um doutorado que é melhor...aí te chamam de doutor por direito! Dizer que todo profissional de nível superior é doutor??!! Piada viu seu FISIOTERAPEUTA!

Anônimo disse...

Anônimos invejosos...

Vão se foder e dar o cusão...
Deixe os fisioterapeutas em paz...
Médico, fisioterapeuta, psicólogo são todos doutores e pronto.
Vocês que são invejosos e devem morder o rabo dos fisioterapeutas que ganham mais dinheiro do que vocês que são profissionais de MERDA....
Vão chupar pica bando de invejosos...
deixe o cara usar o título de DR. porra!
O cara estudou, se formou e é Dr. como médico, advogado, juiz, etc...
Vão dar o cu em vez de ficar de olho grande nos fisioterapeutas...

Anônimo disse...

bem esse assunto é um pouco controverso,o que o coffito e o crefitto deveriam fazer através dos advogados pagos pela anuidade de todos os fisioterapeutas é de uma vez por todas pesquisar um ordenamento jurídico ou a nivel de jurisprudencia para que não tenhamos no futuro problemas de ordem juridica.tenho especialização em pericia judicial mais temo efetuar uma pericia ,embora bem embasada e ser indeferida pelo magistrado,pois ha alguns magistrados que acatam e outros não.ai fica uma insegurança jurídica..e isso o crefito e o cofito deveriam agir.

Anônimo disse...

Sou estudante de Direito, e na minha opinião o uso de "Doutor" na área da saúde para médicos, fisioterapeutas, dentistas, etc e na área jurídica para advogados vai além da questão: obtenção do doutorado, pois o que deve ser tratado aqui é o tema: "pronome de tratamento".
Um juíz, advogado,promotor, etc, não deve exigir esse tratamento, mas essa denominação está tão enraizada na nossa sociedade, até mesmo como forma de respeito, que seria uma tanto "esquisito" que alguém se dirijisse a um juíz, médico ou fisioterapeuta o chamando de Sr. Fulano de tal. Ex: "posso retornar quando, Sr. Fisioterapeuta?"!
Resumindo, se formos querer duelar com essa questão, teremos que parar de chamar de doutor, todos que são tratados assim e não tem doutorado, como advogados e médicos, e não somente os ilustres fisioterapeutas (que por sinal desempenham tão bonito papel nas reabilitação humana). O que tá acontecendo na área da saúde é que há um ar esnobe por parte dos médicos, pois a maioria deles não tem doutorado, são chamados de doutores e ficam todos enraivados ao verem que profissionais como os fisioterapeutas são tratados assim também. Se vale pra eles tem que valer pra os fisioterapeutas também. Só porque na medicina eles enfrentam 12 perídos! Vamos democratizar esse critério.

Anônimo disse...

Sabem o que isso significa?? NADA!!!!!

Anônimo disse...

VAMOS DAR A CESAR O QUE É DE CESAR SE VC FEZ DR. VC PODE EXIGIR TAL RESPEITO E SE VC NÃO TÉM DR. E A SOCIEDADE QUER LHE CHAMAR DE DR. POR RESPEITO, QUE SEJA ASSIM, MAIS NÃO QUEIRA UM TÍTULO QUE VC NÃO TÉM...

Anônimo disse...

O último comentário fechou o embate com sabedoria.

Anônimo disse...

Acho uma grande perda de tempo esse tipo de discussão , tipo : se o advogado, o engenheiro, o medico , o enfermeiro , o fisioterapeuta , etc e tal É ou NÃO É doutor ! Com tantos problemas que estamos enfrentando ( dengue, viroses e outras doenças que estão matando em massa , parece final dos tempos...) sem falar da CORRUPÇÃO rolando solta, ASSASSINATOS e outras situações de arrepiar que estamos vivenciando e vcs com essa discussão um tanto quanto FUTIL. Ou estão com muito tempo ( muito dinheiro no bolso ) ou estão perdendo tempo ... GALERA A VIDA É MUIIIIITO CURTA .

Anônimo disse...

E tem mais, nesse País é só ter a conta bancária recheada, um carrão importado e morar numa bela mansão que vai ser chamado de doutor (a) . Já vi analfabeto ser chamado de doutor ( dentro de uma mega churrascaria famosa ) mas o CARA tinha tanto dinheiro que era chamado de doutor o tempo todo, e até de excelência . Nesse país vale tudo.Por isso disse que estão perdendo tempo : jogador de futebol, artista , empresário todos são tratados e chamados de doutor.

Anônimo disse...

Gostei desse último Anonimo , minha conclusão depois dessa discussão toda levando em consideração as diferenças das profissões, sobre doutorado , o direito a cultura e o país em que vivemos ( subdesenvolvido) . Francamente falando... o que vejo na prática , se a pessoa é analfabeta mas está nadando no dinheiro essa tem valor no nosso país mais do que aquele profissional , vou dar um exemplo, um rapaz que estudou medicina , fez pós , fez residencia, fez mestrado e doutorado só não tem a mesma quantia na sua conta bancária igual a analfabeto , mas esse é chamado de doutor na hora que ele quiser , começando com seus empregados na sua fazenda .É o que mais existe nesse país.

Doutora Fulana de tal. disse...

kkkk irônico o seu comentário cara(o) anônimo,um rapaz que estudou medicina fez pós,fez mestrado e doutourado não ter uma conta bancária pomposa realmente é irônico,acorda vc esta no "BRASIL" terra da desigualdade social não num país de primeiro mundo da europa ou da ásia vc tem idéia de quanto custa a graduação medicina e a especialização?Bom discussões financeiras a parte ta cheio de Dr(a).por aí que só pegou o diploma por pegar faz cagada a torto e a direita,se formou pelo dinheiro sem um pingo de respeito ao próximo ohhh e advinhem só muitos deles são "MÉDICOS" e olha que engraçado tem gente clinicando sem CRM por aí passa toda hora na tv e ainda tem gente que acha que só médico tem que ser chamado de DOUTOR a grande maioria nem tem especialização só fez o básico do básico em relação a medicina e ainda vem gente dizendo que estes sim tem o direito de serem DOUTORES,neste caso só poderia então ser considerado doutor quem fizesse Doutorado se for fazer a limpa nos ps's da vida muitos médicos e alguns da antiga seriam reprovados,justamente por não terem feito doutorado, dando uma enxugada se é direito é direito e ponto um fisioterapeuta um psicólogo estudaram e muitos lidam melhor com os seres humanos do que os Doutores MÉDICOS é fato inegável,portanto pra se querer o uso restrito do DR.só para médicos primeiro tem de se fazer algo quanto aos atendimentos que muitos tem feito ou nem feito tem .

Sim eu sou a Favor do uso do Dr.a outros Profissionais que não apenas da area da médica,quissá da saúde.

Anônimo disse...

sou a favor sim pois somos todos da area da saude

Anônimo disse...

Sou graduado em Educação Física e tenho uma pós graduação em Fisiologia do Exercício pela FMUSP-HC... Sou "Dotô" Também? Afinal, tenho graduação, ensino e sou integrante da área da saúde. O "Dr." antes do meu nome nos meus cartões de apresentação e no meu uniforme vai pegar muito bem!

Questão historicamente cultural. Vamos parar de esnobar o título daqueles que realmente mereceram tal...

DOUTOR É QUEM TEM DOUTORADO!!! Se faz tanta questão de ser chamado de Doutor, vá fazer a porra do Doutorado!

Ana Cristina (instrumentadora cirúrgica) disse...

É por isso que a saúde neste país está um caos!!!!!!
Quanta perda de tempo!!!!!!
Deveriam é estar cobrando de nossos governantes, hospitais decentes e bom atendimento a população que sofre tanto com o descaso. Ao invés disso só se preocupam com títulos. Não importa ser chamado de doutor ou não. Antigamente se formavam doutores por amor a profissão, hoje em dia é só pelo STATUS e salários maiores (apesar de que alguns "MÉDICOS" deveriam ganhar muito mais)

Anônimo disse...

Deveriam estar estudando , em vez de ficarem postando comentários!

Anônimo disse...

Antes de qquer discussão, se devem, ou não, usarem o título de 'Dr' aconselho que estudem mais a nossa língua!!!
Nunca vi um Dr escrever dessa forma: "sou fisioterapeuta , mais pretendo me dedicar ao mestrado
e quem sabe ao Doutorado, ai sim terei direito legal do meu titulo.
21 de fevereiro de 2012 14:37"

SOU FISIOTERAPEUTA 'MAIS' PRETENDO?!?!??? (MAIS O QUE,SEU ANALFA)NÃO APRENDEU A USAR O 'MAS' CORRETAMENTE???
E AINDA QUEREM TER O DIREITO AO USO DE 'DR'......AFFFF
Ass.: Dr. Paulo - Artista Plástico

Anônimo disse...

E finalmente quem merece o Dr? quem fez doutorado? ou os médicos mesmo que recém formados? Acho assim, já que está na lei e temos o respaldo do cofito, vamos usar, não é questão de "mêtides", nós estudamos e muito, cabe a cada um usa-lo se assim quiser, para que tanta discussão? Foi ótimo o texto pq sanou a dúvida, a partir de agora usarei o Dra Sabrina - Fisioterapeuta!!! O título é meu por merecimento!

Anônimo disse...

o que importa a o merito de cada um n o estatuto,
so aconta se nos Paises atrazados as pessoas devam se tratar pelo nome e nao pelos titulos é ridiculo nos paises nordicos na EU nos estados unidos canada etc tratam se pelo nome uem tem necessidade que o tratem por dr ou eng não vale nada como proficional e depois essas pessoas com problemas de auto estima até podem gostar de ser tratado por titulos o que acho as pessoas deviam tratalos pelo nome ate poruma questao de respeito para eles propios eu nao trato minguem por titulos mas sim pelo nome!

Anônimo disse...

Sou fisioterapeuta, e não vejo problema algum em usar o Dr. Afinal, é um direito garantido por lei. Agora, o que me entristece é ver essa disputa inútil de quem pode e não pode usar o Dr.
A questão é que, não é o Dr que faz o profissional, mas a capacidade dele de exercer a profissão que ele escolheu com dignidade e respeito ao paciente.
Eu, particularmente, uso o Dr no meu carimbo, mesmo sendo fisioterapeuta. Mas não me considero médico e, muito menos, melhor do que qualquer outro profissional da saúde. Até porque, a área da saúde é composta por várias profissões, como: médico, fisioterapeuta, psicólogo, enfermeiro, dentista, nutricionista, fonoaudiólogo, entre outras. A diferença entre um profissional da saúde que usa o Dr e um profissional da saúde que fez doutorado, é que, no carinho do que possui o título de douturado estará assim: Dr(a) Fulano(a) de Tal - Doutor(a) em (área de atuação) - CR( M, EFITO, O...) e o número do registro no conselho. E no carimbo daquele que só possui a graduação, obviamente, não existirá o termo DOUTOR(A). O meu, por exemplo tem o meu nome, precedido do DR, e logo abaixo a área que eu atuo (FISIOTERAPIA) e CREFITO2 número do registro.
Mas, sinceramente, eu ainda prefiro deixar essa disputa inútil de lado. E que todos os profissionais da saúde focassem, cada um na sua área, procurando oferecer o melhor atendimento a seus pacientes. Que todos pudessem atuar de forma multidisciplinar, cada contribuindo com o seu conhecimento, para que a nossa população possa ter a melhor assistência a saúde que jamais se viu.
É vergonhoso ver em muitos jornais e televisão o caos da nossa saúde pública, e ao mesmo tempo, ver profissionais da saúde discutindo quem pode e quem não pode usar o Dr. Pessoas estão morrendo nos corredores dos hospitais. Portanto, não é um Dr que faz o profissional da saúde, mas o conhecimento que ele adquiriu, a competência, a ética e o respeito pela saúde das pessoas que estão sob os cuidados desses profissionais.
Agora, se todos querem mostrar quem é o melhor, que essa disputa se dê nos atendimentos aos pacientes! Pelo menos assim ninguém morre por falta de assistência médica; nenhum paciente ficará entrevado no leito, com seus membros rígidos e imóveis, por falta de fisioterapia; nenhum paciente ficará largado numa enfermaria, sujo e sem medicação por falta do suporte da equipe de enfermagem; e por aí vai!
Lembrem-se: Quem sabe o que fazer e como fazer, não ficando dizendo que sabe. Pega e faz! E outra coisa! O direito de um profissional termina quando começa o de outro. Sendo assim, numa equipe multidisciplinar, todos os profissionais devem esperar a sua vez de atuar, e jamais se intrometer na área que não é de sua responsabilidade. A não ser que seja necessário a atuação de outros profissionais em conjunto, ao mesmo tempo. Para que o paciente possa ter a melhor assistência que merece.

Que todos tenham essa consciência!

Grande abraço a todos!

Dr. Carlos Eduardo
Fisioterapeuta

Anônimo disse...

Corrigindo: "...que fez doutorado, é que, no CARIMBO do que possui..."

Anônimo disse...

Mais uma correção!
Desculpe pelos erros!
Corrigindo: "Quem sabe o que fazer e como fazer, não FICA dizendo que sabe."

Dr. Carlos Eduardo - Fisioterapeuta

Anônimo disse...

Acho o cúmulo esta história de doutor! Existem pessoas que fazem tanta questão de usar este título que chego a ter nojo! Eu sou Engenheiro, e meu nome é Eduardo, e pra mim basta. A minha esposa é médica, fez mestrado e atualmente está terminando o doutorado e ela não utiliza o título de doutora e gosta mesmo de ser somente chamada pelo nome. Pessoal, vai cuidar do égo de vocês, e larguem a mão de serem medíocres!

Atenciosamente,
Eduardo

Anônimo disse...

Eu como Engenheiro sou as vezes chamado de doutor, e logo digo que não quero ser chamado assim, e sim, somente pelo meu nome. Conheço outros engenheiros com mestrado, doutorado e até Pós doutorado, que não dão a miníma para este título de doutor. Agora pergunto ao senhor Carlos Eduardo. Porque o senhor e as pessoas da área da saúde fazem tanta questão de usar este título "doutor"? Você se sente inferior aos outros se não utiliza-lo ? Você acha que estudou mais que um físico, um engenheiro, um matemático, um médico, ou pessoas de outras formações ? Rapaz, se você se apresentar a mim como doutor em uma consulta, eu vou rir muito por dentro, e vou achar que você tem que cuidar do teu égo ! Pra mim, o importante é o nome da pessoa e alias, o título que lhe cabe é somente o de fisioterapeuta e basta!

Alias, você não tem vergonha em saber que uma pessoa faz mestrado, doutorado e depois Pós doutorado, e ainda assim, esta mesma pessoa não utilizar tal título, e você aqui se chamando de doutor Carlos Eduardo ?

Alias, agora eu vou começar a chamar a todo mundo de doutor, pois pra mim todos são iguais ! Tomo ? risos

Atenciosamente,
Eduardo

Tatyana Correia disse...

Concordo sim que o fisioterapelta seja reconhecido cmo Dr, pois eles tambem le dar com vidas, e esse negocio de FT não existe, pois eu vou fazer fisioterapia e quero sim ser reconhecida como (DOTORA)...
mas ainda bem que o DR, foi explicado la em cima, que o DR é pra quem assume postura e a responsabilidade que vc suou para adquirir na faculdade.

Grupo 7 disse...

Faz um Doutorado, depois conversamos! ;)

tania disse...

eu acho que fisioterapeuta e 1 pessoa k especialisou se em masagens k sabe faser massagens doutor e aquele k fes vestibular e ralou o tempo necessario para formar 1 medico k opera k comanda 1 mesa de cirurgia p operar cada orgao ou parte de seu meu corpo frequento 1 clinica en k a proprietaria grita para diser k suas meninas massagistas assim como a mesma de doutoras e pegar 1 massagista dessas e por centro cirurgico para faer 1 ou 2 safena .nao sabe nen o k e .nao sao nunca serao doutoras sao massagistas e deverian ter orgullo e ajudar no alivio da dor +dr nao eu

Anônimo disse...

Eu sou um DOUTOR de verdade... com DOUTORADO. Não sou um "doutor" que """recebeu""" um """"titulo"""" por ter se formado kkkkkkk.

Anônimo disse...

Nossa quanta raíva, que consome esse povo só porque o Fisioterapeuta é doutor mesmo. Fisioterapeuta, médico, enfermeiro, são tudo doutor sim, ou então não é ninguem. Simples assim. Parem de raiva disso e vão brigar em Brasilia.

Anônimo disse...

Todos diplomados em curso de nível superior, o legítimo direito do uso do título de Doutor? Parece que e a coisa mais sensata que li aqui...Pois é...

Anônimo disse...

Doutor!? hahaha , Quer dizer que o Físico, Engenheiro, Matemático e outros graduados não estudaram ?
alias, tenho formação técnica, graduação e pós graduação e não dou a miníma para este título.. Pra mim este título me afasta das pessoas, e entendo que não sou melhor nem pior que ninguém, e não é este título que me faz ser um homem respeitado.... Lamento dizer isto, mas tenho nojo de pessoas com a postura de vocês... Coloca uma coisa na cabecinha de vocês... O que este título muda a sua vida ? Vocês não são melhores que ninguém ! Não vivem sem as outras pessoas !! Se uma pessoa se dirige para mim como doutora, eu fico pensando que tipo de pessoa é esta. Pra mim, vocês estão fazendo papel de bobos.. Um Pós doutor que trabalha na NASA não se intitula doutor, e vocês fazendo papel de bobos... Deus me dê paciência.. hahahahaha,
abraço gente, e vê se crescem e parem com esta idiotice, colocando o nome que os seus pais lhe deram, e vamos mudar de vez isto para que este pais não seja o pais dos intitulados doutores, e sim o pais de todo mundo, pois o padeiro, o faxineiro, beltrano e ciclano também são importantes tanto quanto vocês são!!!
abraço e que Deus ilumine o coração de todos!!!

Anônimo disse...

Sou engenheiro e sou chamado de doutor no meu trabalho..Eu não gosto!!! Eu não uso o DR, pois na Engenharia utilizamos o título acadêmico que nos foi concedido que é o de Engenheiro, assim como o título do Médico no diploma é Médico, e por ai vai.... Você pode até ser chamado de doutor, mas usar o DR e se intitular Doutor é ao meu ver uma questão de égo, e creio que as pessoas utilizam o doutor para não se sentirem diminuídas perante as outras...
Eu chamo a quem gosto e admiro de doutor, mas aqueles que se intitulam doutor, eu ignoro e não do a miníma, pois logo vejo que se trata de alguém que quer se colocar acima de mim. Eu estudei muito pra tratar alguém que se acha melhor que os outros de doutor!!! Se me pedir pra chamar, então exijo o mesmo!!!

Anônimo disse...

Fisioterapeuta doutor ? hahahah, e quem faz doutorado é o que ? doutorzinho ? risos

Anônimo disse...

Esse pessoal da área de saúde se acham melhores que os outros graduados...

Anônimo disse...

Vocês fizeram doutorado em que ? risos , doutorzinhos!!! vão estudar mais, vão!!! risos

Anônimo disse...

Daniel D'Attilio,

Você se intitula Dr. e trata os outros por Sr. quando quer se colocar acima. Fica notório! Já que o Senhor faz tanta questão de ser chamado de Dr. Daniel D'Attilio , então deveria respeitar os outros graduados e tratá-los da mesma forma!!
Rapaz, minha esposa é médica, fez mestrado e doutorado e nunca a vi utilizar esta merda de título. Eu também tenho formação técnica, graduação e Pós Graduação e não uso esta porcaria de Dr.
O teu título não é Fisioterapeuta ? Então utilize o teu título e pronto ! Pessoas como você levam esta porcaria de Dr. pra frente e isto nunca vai acabar.
Você não tem vergonha de saber que minha esposa é médica, tem mestrado e doutorado e não suporta esta porcaria de título ?

É você que se dá o respeito, e não o título na frente do teu nome que vai te dar respeito.

Sr. Daniel D'Attilio , basta né!!

Att,
Eduardo (simplesmente)

Anônimo disse...

Olá Cecília Messias Viana Faria.

GOSTEI MUITO DO TEU TEXTO! VOCÊ É MUITO BEM ESCLARECIDA!
MINHA ESPOSA É MÉDICA, MESTRE E TEM DOUTORADO PELA UNICAMP. ELA NUNCA UTILIZA O DR, POIS ELA MESMA DISSE QUE ELA É DOUTORA EM UM DETERMINADO ASSUNTO O QUAL ESTUDOU BASTANTE, MAS ELA NÃO UTILIZA O DR. PORQUE ISTO A COLOCA EM UM NÍVEL SUPERIOR AS OUTRAS PESSOAS, E ELA NÃO GOSTA DISTO, POIS ELA SOMENTE ESTUDOU MEDICINA E AS OUTRAS PESSOAS TEM SUAS ATIVIDADES. SENÃO ELA ENTENDE QUE AO ENTRAR NUMA OFICINA MECÂNICA, ELA DEVERIA CHAMAR O MECÂNICO DE DR. TAMBÉM, POIS É ELE QUEM ENTENDE DO MOTOR DO CARRO!! NADA MAIS JUSTO NÃO É MESMO!? (risos)

BOM, ME DESCULPE AQUELES QUE SE INTITULAM DOUTORES, MAS VOCÊS DEVERIAM UTILIZAR O NOME DE VOCÊS E O TÍTULO DE FISIOTERAPEUTA.

NA OBRA ME CHAMAM DE DOUTOR, MAS EU LOGO PEÇO POR GENTILEZA QUE NÃO ME CHAMEM DE DOUTOR, E SIM ME CHAMEM PELO NOME QUE MEUS PAIS ME DERAM.

A GRANDE MAIORIA DELES NÃO ESTUDOU, MAS ELES FAZEM NA OBRA COISAS QUE EU NÃO FAÇO, ENTÃO EU NÃO SOU NADA SEM ELES.

ALIAS, A PARTIR DE AGORA, EU IREI CHAMÁ-LOS DE DOUTOR.

EU PERCEBO, QUE NO BRASIL O USO DO DR. É UM MOTIVO DE ORGULHO, E VEJO MUITOS PROFISSIONAIS RUINS E ARROGANTES QUE TRATAM AS OUTRAS PESSOAS MUITO MAL SE NOMEANDO DOUTORES.

GENTE VAMOS ACABAR COM ESTA PALHAÇADA NO BRASIL!

MEU SOGRO É PÓS DOUTOR E NUNCA VI ELE SE INTITULAR DOUTOR. AI VOCÊS FAZEM UMA GRADUAÇÃO E SE ACHAM O Ó DO BOROGODÓ!!! DAI ME PACIÊNCIA DEUS PAI !!!!

TORÇO PARA QUE MUDEM DE ATITUDE, E QUE TRABALHEM E DEIXEM ESTA PORCARIA DE DOUTOR DE LADO DE UMA VEZ POR TODAS, E SE SINTAM BEM SENDO O QUE SÃO, E NÃO SE SENTINDO INFERIORES AOS PACIENTES. PORQUE ALIAS, O TEU PACIENTE É TEU CLIENTE, E ELE CONTRATOU OS TEUS SERVIÇOS, ENTÃO NÃO SE COLOQUE ACIMA DELE, POIS ESTE DOUTOR NO BRASIL, TEM PRA MIM UM SENTIDO DE "VOCÊ É MEU SUBALTERNO". E POR ISTO AS PESSOAS INTELIGENTES NÃO USAM O DR. E SIM SOMENTE O NOME.

OK, ABRAÇO A TODOS E SEM RANCOR.

Anônimo disse...

Tania,

Me desculpe, mas cada profissional atua em uma área específica, e obviamente um fisioterapeuta não faz o que um médico sabe fazer, e vice versa.

Mas as pessoas também se enganam quando se referem somente ao médico como sendo "doutor"! pois:

Os Físicos, psicólogos, engenheiros, advogados, matemáticos, administradores etc, também são doutores, já que todos fizeram graduação.

Já que os médicos e advogados se tratam como doutores, então nada mais justo que os demais graduados também se tratem como doutores, já que os mesmos dizem que o título de doutor não se limita somente aos que ralaram muito para fazer o doutorado.

Porque o doutor se limita somente ao pessoal da área da saúde ? Eles estudaram mais que os outros graduados ? Pura arrogância, pois existem graduações na área de exatas que são mais difíceis que a Medicina. tanto é mais difícil que a matemática no ensino básico e médio, é a matéria que mais repete alunos.

Esta na hora de acabar esta babaquice aqui no Brasil!!




Fisio disse...

concordo com a postagem anterior!!
Se médicos e advogados que mal se formaram já usam o titulo de Doutor por que outros profissionais tambem não podem usar?
Médicos quando se formam no crm deles não vem escrito Dr. fulano de tal, só o nome mesmo e porque tais usam dr no jaleco? E quando fisioterapeutas que estudam milhares de disciplinas que a medicina não tem usam dr no jaleco todos querem criticar??
que desigualdade é essa?

Diego
Aluno de fisioterapia

Anônimo disse...

Sou pedagoga, pós-graduada em Fundamentos Teóricos Metodológicos do Processo Educativo, formada pela UNIMONTES (Universidade Estadual de Montes Claros),também deveria exigir que meus alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental I, que estão dentro da faixa etária de 1 a 11 anos de idade, ao invés de me chamarem de "tia" ou professora, chamar-me de tia professora doutora Neuma, tudo de vez rsrs. Seria bem engraçado os pequeninos que mal sabem falar, dizerem, tia pofesola dotola Nema. Afinal de contas, essa é a minha clientela, assim como vocês tem os seus pacientes. Qual a diferença? É mesmo uma grande piada! E vocês não tem ideia da quantidade de disciplinas da grade curricular para se formar em um educador. Me poupem gente, com esse tipo de petulância e arrogância juntos... Vocês fisioterapeutas e outros, são mais importantes que nós professores em quê? Baixem a bola! E como já disseram outras pessoas aí, vão cuidar do ego de vocês e procurar dar o melhor na profissão, aí sim, poderão ser reconhecidos como profissionais competentes. Por que tanta questão do título de doutor? Para se colocar acima dos demais? Para ter status? Como já disse anteriormente e serve para todos àqueles que fazem questão desse título: ME POUPEM DE TANTA IDIOTICE!

Cristiane Campos disse...

Olá!
Meu nome é Cristiane e pretendo cursar ainda este ano o curso de Fisioterapia.
O que vejo aqui é uma briga de "egos" quem tá embaixo quer pular pra cima e quem tá em cima pisa em quem quer subir!.Pretendo estudar muito e trabalhar ainda mais, pra valer a pena qualquer título que eu venha á receber.Entendo que um título só tem valor se for merecido.

Anônimo disse...

Concordo plenamente com a Pedagoga acima,
Alias quem de fato fez doutorado, não faz a mínima questão de ser tratado como Doutor. E alguns que fizeram apenas uma graduação, tentam impor que sejam chamados de Doutor.

É muita arrogância ao meu ver !!!

Eu sou formado técnico Mecatrônico, Engenheiro, Pós Graduado e vou ficar chamando outra pessoa graduada de Doutor ?

Como já disse antes, minha esposa é Médica, tem Mestrado e doutorado e jamais ela colocou o título de Doutor antes do nome. O pai dela é Físico, Mestre, Doutor, Pós Doutorado e jamais o vi utilizar tal título. Então, vejo alguns graduados em Medicina, Advocacia e outros exigindo ser chamados de Doutores. Tenha santa paciência !!! Vocês não tem vergonha na cara não ??? Quando todos nós morrermos, iremos todos pro mesmo "lugar" e comido pelos mesmos bichinhos (se não for cremado é claro)... (risos)

Gente, me chamam de Doutor nas minhas Obras, e a primeira coisa que faço é pedir gentilmente para que não me chamem assim. Alias, o meu título é Engenheiro e assim quero ser reconhecido, pois Doutor já virou até pronome de tratamento. Queiram ser chamados de Médicos, Advogados, Fisioterapeutas e etc.

Eu não me sinto menor nem maior que ninguém, mas vejo que este título de Doutor é motivo de arrogância nesta sociedade tão humilde em sua maioria. Vai pra Europa e se intitule Doutor pra você ver só...Vão dar risada da tua cara, pois lá o nível é outro... Tenho familiares na Europa e falo com propriedade!!

Vamos deixar o título para aqueles doutorandos que tanto estudaram para isto, pois eles não fazem questão de ser chamados de doutor. Pois doutor para eles é um grau de conhecimento e nada mais que isto, e sabem utilizar muito bem o título que lhes cabe, sem serem arrogantes ao ponto de exigirem ser tratados como tal.

Pessoal da Fisioterapia, não sejam medíocres vocês também!!! Sejam Fisioterapeutas e pronto!!! Lutem vocês também contra a mediocridade de outros pobres graduandos que querem se achar o "rei da cocada preta".

Abraços,
Eduardo (simplesmente Eduardo e basta pra mim!!)

Anônimo disse...

Cristiane Campos,
Com todo respeito, mas acho que ninguém está acima e ninguém está abaixo de ninguém. É preciso mudar este foco, pois hoje você não está abaixo e quando se formar também não estará acima de ninguém, e o título que lhe caberá será somente ao da sua formação, onde creio que no teu diploma virá escrito que você recebe o título de fisioterapeuta. Ninguém recebe o título de Doutor na faculdade, a não ser que tenha feito doutorado.

Muito me entristeço em ver pessoas quererem ser chamadas de Dr. Isto só demonstra arrogância e ignorância!

Me desculpem, mas acho que deveriam proibir os Médicos e Advogados que não fizeram doutorado de utilizarem o Dr. antes do nome que lhes cabe. Até hoje, o que vi nos médicos e dentistas, pelos quais fui atendido, foi somente arrogância.

Alias, bacharel não é doutor !! É difícil entrar isto na cabeça ? O título dos graduados é o de Bacharel!!!

Alias, toda vez que alguém questiona o uso do título de doutor, vem algum espertinho e provocador dizer que o questionador está é com inveja... Gente, toma vergonha na cara!!! É um absurdo !!! Tem doutor em Física Nuclear que tem que ouvir estas merdas de um bacharel em sei lá o que, que vai nas redes sociais e se intitula doutor.. É vergonhoso!!!!

Aqueles que se intitulam doutores perante aos colegas bacharéis, e perante aos coitados que não tiveram a oportunidade de estudar, são medíocres e deveriam ser tratados é de doutorzinhos !!!

ass,
Senhor Bacharel

Anônimo disse...

A grande maioria dos Médicos utilizam o Dr. no jaléco de trabalho e nos carimbos. Puro capricho ! Não adianta dizer que não quer ser chamado de doutor, pois a ação dos mesmos diz tudo! Alias, a grande maioria dos doutores (pessoas que de fato fizeram doutorado) não fazem questão do título, pois entendem que é só acadêmico... Pra mim, esta história de médicos e advogados utilizarem o Dr. tem que acabar, pois são simples bacharéis como Físicos, Engenheiros, Matemáticos, Psicólogos, Biólogos etc... Pra mim este título é motivo de soberba de alguém que quer ser maior que os outros !!! O que na verdade não é nem maior e nem menor !!!

Anônimo disse...

Estes que se utilizam de um título por imposição, e que não respeitam aos que fizeram doutorado de fato, são pessoas infelizes, e acham que impor um título as fazem superiores aos clientes que os pagam por um serviço. Vocês é que deveriam tratar seus clientes de Doutor !!!! Façam isto e mostrem humildade de fato!!!! Vejam só como o contrário dói não é !!?? risos

Anônimo disse...

Olá, tenho duas graduações na área da Saúde, duas pós, e estou cursando a terceira. Quanto mais estudo, mais reconheço que nunca estaremos de fato prontos para ostentar título de "doutores". E quanto mais trabalho com toda gama de profissionais, mais percebo que não é um título que faz alguém ser bom ou ruim. Somos pequenos diante da grandeza de Deus e do Universo. Chega a ser patético... Mas infelismente as pessoas se rendem aos estratagemas do poder, principalmente no que diz respeito ao uso de títulos. E eu, recuso-me. Ellen Honorato.

Anônimo disse...

Fisioterapeutas sao doutores por direito, como ficou devidamente explicado na materia que todos leram la no inicio.
Vejo que o que acontece aqui é um tipo de ciumes do titulo... esta na hora de parar com essa idiotice e reconhecer o profissional que estudou anos para tal....
sao doutores os medicos,fisioterapeutas,advigados, psicologos, nutricionistas e etc ... isso eh pronome de tratamento e ninguem esta desmerecendo ninguem quando faz uso do DR nos carimbos ou nos jalecos...

Dra. Silvana Lima - Fisioterapeuta.

Anônimo disse...

Toda essa discussão me faz refletir sobre duas questões: o título em questão tem por objetivo o engrandecimento da fisioterapia ou é apenas por pura vaidade???
Caso a resposta seja a primeira, temos, acima de tudo, que repensar a maneira como as instituições e a própria categoria e a grande maioria dos profissionais vem atuando no mercado, seja cobrando ou aceitando dos convênios verdadeiras esmolas pelo atendimento realizado. Outro ponto importante é a questão da eficácia tão questionada pois, é possível ser eficiente tratando de cinco ou mais pacientes ao mesmo tempo?? Defendo que para uma fisioterapia de resultado, o atendimento deva ser individualizado!!! É assim que aprendemos durante o estágio na Clínica escola da faculdade, no último ano, onde cada paciente recebe tratamento individualizado por 40 minutos. É evidente que o valor pago pelos planos de saúde e convênios é uma verdadeira merreca, mas nos sujeitamos a aceitá-los e em troca é oferecido um atendimento que muita das vezes tem pouca eficácia, afinal de contas estamos recebendo tão pouco pelo atendimento. Isto sim precisa ser mudado para que o verdadeiro reconhecimento da fisioterapia pela sociedade aconteça. Os médicos fizeram isso com os planos de saúde, será que não temos força e porque não dizer, competência para implementar esta mudança e exigir dos convênios um pagamento digno para, que no final, todos saiam ganhando, os clientes que pagam, e caro, os convênios, e os profissionais, que bem remunerados, poderão realizar seus atendimentos como realmente gostariam de fazê-lo. Eu só realizo atendimento individualizado, cobro o que acredito que valha o meu atendimento e, infelizmente digo não aos planos de saúde e convênios, estou fazendo a minha parte e sobrevivendo com dignidade. Quanto o meu posicionamento do assunto em debate, corroboro com a resposta postada por Gisele no blog da Yahoo - http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20080806084620AAZzs93 – sedo:

"No Brasil, só pode ser considerado doutor aquele que cumpre o curso de doutorado. Nenhum curso de graduação, e isto inclui os cursos de direito e de medicina, confere direito ao título de doutor. Para tanto, os profissionais devem se matricular no curso de doutorado e defenderem uma tese, com conteúdo novo, para uma banca composta de 5 professores doutores. Assim, o fisioterapeuta que apenas concluiu a graduação também não pode ser chamado de doutor.

Nos Estados Unidos, a organização do sistema de ensino superior é diferente da nossa. Lá, todo profissional de medicina conclui um doutorado médico, conhecido como MD de medical doctorade (o nome original do seriado médico House é House MD). Para os profissionais do direito há o Juris Doctorade. Há ainda o PhD (Philosophical Doctorade) que equivaleria ao nosso doutorado daqui. Alguns pesquisadores médicos são MD PhD.

Alguns advogados argumentam que há uma lei, do tempo do império, onde o Imperador D. Pedro II conferia o título de doutor aos formandos do curso de direito da Faculdade Nacional de Direito - atualmente na UFRJ. A legislação atual trabalha apenas com o conceito de doutorado conferido ao último e mais alto grau acadêmico".

Sérgio Borges - Fisioterapeuta

Ellen disse...

Muito bem,Sérgio. Parabéns pelas questões levantadas e pelo seu comentário.

Anônimo disse...

É Ellen, precisamos acabar com a máxima onde: "eles fingem que me pagam e eu finjo que atendo". É preciso, acima de tudo, ter humildade e vontade política para mudar este cenário. Grande abraço, Sérgio Borges.

Anônimo disse...

SER OU NÃO SER, EIS A QUESTÃO.

André Márcio G de Oliveira disse...

Realmente não vejo o porque desse assunto ter tomado toda essa proporção. Não minha opinião independente de títulos, devemos ser respeitados como pessoas. Um Dr. estando ou não no meu jaleco não fará a mínima diferença, pois meu propósito é ajudar pessoas na reabilitação dos seus movimentos, creio que não existe prazer e satisfação maior do que ver uma pessoa voltar a andar, uma criança que nasceu com limitações conseguir superar suas limitações. Ser chamado de Dr. nossa mexe com o ego não é mesmo?! Somos seres que gostam de ser reconhecidos, elogiados, admirados e quem disser que não gosta é o que mais gosta rsrsrsrs. Vamos nos empenhar em melhorar a saúde do Brasil que está uma vergonha, enquanto brigamos por saber se merecemos um título ou não, existem pessoas que querem ser reconhecidas como seres humanos pois todos os dias passam por situações desumanas para serem atendidos.

Ass: André Oliveira

Anônimo disse...

Fisioterapeutas, médicos, nutricionista, advogado não importa, doutor é quem faz doutorado e ponto final nesta baboseira.
A respeito de um comentário acima dizendo que Fisioterapeuta é massagista, faça me o favor!!! Não sabe que esta dizendo e se fosse? Alguma problema?
Cada profissão tem sua função seu valor, e ninguém é melhor que o outro ou vice-versa.
E parem com essa bobagem, principalmente a maioria dos médicos que saem da faculdade se achando doutor!
Doutor é quem faz doutorado!!!

Chagas disse...

Toda essa bobozeira dito acima é uma grande palhaçada.Todo acadêmico, após sua formação, se fizer DOUTORADO, ai sim terá por direito adquirido o título de DR. ficou claro?
Ubatuba,Sp.

Carlos Paris disse...

Mais importante que a vaidade do título é a competência do profissional;nas lacunas faz-se a leitura mais conveniente, entretanto dr é o título conferido a quem faz doutorado assim como prof a quem faz mestrado não sendo dessa forma legítimo seu uso nem por médicos recém formados sendo apenas tradição como no Direito;conselho algum tem competência legal para legislar e usar a expressão "plus a mais" denota o nível de quem escreve;Preocupemo-nos mais em sermos pessoas e profissionais melhores do que com títulos.

Anônimo disse...

Dra. Silvana Lima - Fisioterapeuta,

A senhora não é doutora de coisa alguma.

Ninguém precisa utilizar um Dr. na frente do nome pra ser respeitado ou se fazer respeitar.

Eu sou engenheiro ! Então se eu for tratar com você, a senhora terá que me chamar de doutor também ok!!!

Eu não tenho inveja de nada, tenho é nojo de pessoas como você e vontade de rir.

Fora a minha graduação, eu leio sobre coisas da tua graduação também e amo biologia!!!

Quero ver a senhora fazer alguns cálculos de mecânica dos fluídos, termodinâmica e resistência dos materiais e ver se entende o minimo necessário, pois da tua área eu também conheço sua ridícula!!!!

Doutorazinha de nada!!! hahahaha

Vai fazer doutorado minha filha e seja mais humilde!!!

Atte,
Edu

Anônimo disse...

Silvana Lima - Fisioterapeuta.

Utilizar um Dr. no jaléquinho é querer dizer aos outros que se dirijam a você como doutora.

A senhora acha que estudou mais que um matemático, um engenheiro, um arquiteto ou um físico ?

Não seja ridícula!

É puro égo sim!

Está desrespeitando a quem fez doutorado sim, pois este é o título deles, pois no seu diploma vem o título de fisioterapeuta somente...

Onde está o seu diploma de doutora ? risos,

Atte,
Edu (engenheiro e cidadão)

Franklin Stem Santos da Silva disse...

Todos Nós Somos Doutores



1. Introdução

De tempos em tempos, volta a dúvida, a discussão: quem é Doutor/doutor? Devo/posso chamar meu médico de "doutor"? E um advogado pode assim se denominar? E os cirurgiões-dentistas, os engenheiros, os enfermeiros, os fisioterapeutas? "Doutor" não é apenas quem defende tese em Curso de Doutorado? Afinal, "doutor" é título ou forma de tratamento? Quem é doutor?

Para esclarecer a questão, surge outra hesitação: a que fontes recorrer? Aos dicionários? À História? À legislação? Aos usos e costumes que se instauram em nossa vida em sociedade?

O presente artigo pretende trazer algumas luzes sobre o assunto.


2. Os Doutores da Lei - os escribas

A palavra "escriba" procede do latim, do verbo "scribere", que significa "escrever". Na antiguidade, os escribas eram homens que atuavam como copistas e redatores das leis. Sua função, entre os hebreus, acabou por concentrar-se na interpretação e no ensino das Sagradas Escrituras e na formulação e aplicação do Direito, deduzido dos livros sagrados. Nos Evangelhos, são chamados de rabinos, de mestres, qualificativos que foram aplicados também a Jesus Cristo e a João Batista.

Um dos pontos centrais da narrativa dos Evangelhos é o ataque enérgico de Jesus contra esses Doutores da Lei, como se pode ler em Mateus-cap.23: 1-7;23-27:

Então, falou Jesus às multidões e aos seus discípulos:
Na cadeira de Moisés, se assentaram os escribas e os fariseus.
Fazei e guardai, pois, tudo quanto eles vos disserem, porém não os imiteis nas suas obras; porque dizem e não fazem. Atam fardos pesados [e difíceis de carregar] e os põem sobre os ombros dos homens; entretanto, eles mesmos nem com o dedo querem movê-los.
Praticam, porém, todas as suas obras com o fim de serem vistos dos homens; pois alargam os seus filactérios e alongam as suas franjas. Amam o primeiro lugar nos banquetes e as primeiras cadeiras nas sinagogas, as saudações nas praças e o serem chamados mestres pelos homens. (...)

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho e tendes negligenciado os preceitos mais importantes da Lei: a justiça, a misericórdia e a fé; devíeis, porém, fazer estas coisas, sem omitir aquelas! Guias cegos, que coais o mosquito e engolis o camelo!
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque limpais o exterior do copo e do prato, mas estes, por dentro, estão cheios de rapina e intemperança!
Fariseu cego, limpa primeiro o interior do copo, para que também o seu exterior fique limpo!
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que, por fora, se mostram belos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda imundícia!

3. Os Doutores da Igreja

Os primeiros ilustres mestres da fé, sucessores imediatos ou quase imediatos dos apóstolos, recebem na História da Igreja a qualificação de Padres Apostólicos, entre eles Inácio de Antioquia, Clemente de Roma e Ireneu de Lyon.

A geração seguinte é chamada de Padres da Igreja. A partir do século IV, brilham como expoentes os chamados Doutores da Igreja, muitos dos quais fazem parte dos Padres da Igreja. São em nº de 32.


Continua...

Franklin Stem Santos da Silva disse...

Continuação

Os Doutores da Igreja são homens e mulheres reverenciados pela Igreja pelo especial valor de seus escritos, de suas pregações e da santidade de suas vidas, dando assim contribuição valiosa à fé, ao entendimento dos Evangelhos e da doutrina, Citam-se entre eles Santo Agostinho (354 - 430), Santa Catarina de Sena (1347 - 1380), São Gerônimo (384 - 420), São João Crisóstomo (349 - 407), São João da Cruz (1542 - 1591), Santa Teresa d'Ávila (1515 - 1582) e São Tomás de Aquino (1225 - 1274).

D. Lucas Moreira Neves lembra que, quando o papa João Paulo II declarou Santa Teresinha do Menino Jesus Doutora da Igreja, um jornalista sugeriu que a santa carmelita se tornasse intercessora em favor dos hospitais públicos brasileiros e em favor dos doentes que são atendidos muito mal. Outro propôs Teresinha como padroeira da Pastoral da Saúde. Lamentável esse equívoco dos jornalistas, ao confundir esse título de "Doutor" com o sentido de "médico".


4. Os advogados

O título de "doutor" foi outorgado, pela primeira vez, por uma universidade, a um advogado, em Bolonha, que passou a ostentar o título de "Doctor Legum".

Entre nós, a tradição de se chamar o advogado de "doutor" remonta ao Brasil Colônia. Naquela época, as famílias ricas prezavam sobremaneira ter em seu meio um advogado (e também um padre e um político). O meio de acesso a esses postos era a educação.

O advogado - conhecedor de leis, detentor de certo poder de libertar e de prender - assenhorava-se desse poder mediante formação privilegiada. A tradição logo transformou o termo em sinônimo de posição superior dentro da escala social.

Há que se mencionar ainda o Alvará Régio, editado por D. Maria, a Pia, de Portugal, pelo qual os bacharéis em Direito passaram a ter o direito ao tratamento de "doutor". E o Decreto Imperial (DIM), de 1º de agosto de 1825, que deu origem à Lei do Império de 11 de agosto de 1827, que "cria dois Cursos de Ciências Jurídicas e Sociais; introduz regulamento, estatuto para o curso jurídico; dispõe sobre o título de doutor para o advogado".


5. Os médicos

Nos países de língua inglesa, os médicos são chamados de "doctor". Quando escrevem artigos, ou em seus jalecos, no entanto, não empregam o termo, mas apenas o próprio nome, acompanhado da abreviatura M.D. (medical degree), isto é, "formado em Medicina", "médico".

Entre nós, o "doutor" do médico se generalizou na boca do povo por tradição, por respeito, por admiração, por espontânea deferência pelo saber da doutrina e prática do ofício médico.

6. Os enfermeiros e os fisioterapeutas

Algumas profissões não-médicas da área da saúde - como a de enfermeiro e de fisioterapeuta - evocam também para si a prerrogativa do título de "doutor".

Assim, o Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional de 8ª Região - CREFITO 8 - recomenda o título de "doutor" aos profissionais fisioterapeutas e terapeutas. Por seu turno, também o Conselho Federal de Enfermagem - COFEN - autoriza o uso do título pelos enfermeiros, conforme Resolução COFEN nº 256/2001. Entendem os respectivos Conselhos que deva ser mantida a isonomia entre os componentes da Equipe de Saúde e que "a não utilização do título de Doutor leve a sociedade e mais especificamente a clientela (...) a pressupor subalternidade, inadmissível e inconcebível, em se tratando de profissional de nível superior".

7. Os cirurgiões-dentistas, os engenheiros, os economistas ...

Há o costume por parte de cirurgiões-dentistas, engenheiros e economistas de autodenominarem-se ou de serem chamados de "doutores". Em outras categorias de profissionais, é mais difícil encontrar alguém que assim se intitule.

A propósito, lembramos que, em Portugal, o título de doutor é estendido a todos os formados em nível superior.

Continua...

Franklin Stem Santos da Silva disse...

Continuação


8. Os que fizeram doutorado

No mundo acadêmico, é chamado de "doutor" quem cursou doutorado e defendeu uma tese diante de uma banca composta por cinco doutores.


9. O Doutor Honoris Causa

O título honorífico "Doutor Honoris Causa" é o reconhecimento acadêmico mais elevado de uma universidade para distinguir pessoas que, em qualquer tempo, tenham prestado relevantes serviços, servindo de exemplo para a comunidade acadêmica e para a sociedade.


10. "Os bem vestidos"

Aziz Lasmar, em caderno de Debates da RBORL, de março - abril de 2004, relata que atendia a uma menina de uns 5 ou 6 anos, que prestava atenção a tudo, principalmente a como a mãe se dirigia a ele: doutor pra cá, doutor pra lá. Num dado momento perguntou à mãe se ele era afinal doutor ou médico. Antes que a mãe respondesse, o médico falou que era médico ..... que doutor era qualquer um que tivesse carro.

O relato ilustra um dos vários sentidos do termo "doutor": tratamento que as pessoas mais humildes dispensam aos que se apresentam bem vestidos, aos que estão acima, que podem mais , que têm mais. É, assim, um tratamento de vassalagem, e quem o usa se submete, se põe em inferioridade social, se auto-exclui.

11. Conclusão

Entre os advogados, há quem pense que os médicos pretendem monopolizar o título de doutor, primeiramente empregado por advogados. Entre médicos, há quem considere que enfermeiros e fisioterapeutas que se intitulam "doutores" fazem propaganda enganosa, dando a impressão de serem médicos. Entre os pós-graduados que cursam doutorado e defendem tese há quem julgue que somente eles podem ser chamados de doutores.

Constatada a polêmica, e depois do que se escreveu até aqui, apresentam-se algumas conclusões, abertas a críticas e a outros considerandos.

Continua...

Franklin Stem Santos da Silva disse...

Continuação


1. O "doutor" do advogado e do médico surgiu, se fixou e se matém por longa tradição, por especial e espontânea deferência dos cidadãos, dos utentes da língua. Uso legítimo, pois, "O que o simples bom senso diz é que não se repreende de leve num povo o que geralmente agrada a todos", disse o poeta Gonçalves Dias. Bem mais antiga é a sentença de Horácio ao se referir ao uso, que ele considera proponderante na interação lingüística:Multa renascentur quae jam cecidere cedentque / Quae nunc sunt in honore vocabula, si volet usus, / Quem penes arbitrium est et jus et norma loquendi. (Muitas palavras que já morreram renscerão e cairão em desuso as palavras que atualmente estão em voga, se assim quiser o uso, que detém o arbítrio, o direito e a norma de falar).
Entende-se, pois, que a língua é uma questão de usos e costumes. Que os falantes são os senhores absolutos de seu idioma. Que os usos lingüísticos não se regulamentam por decretos, por imposição de resoluções. A lei, em questões lingüísticas, é ilegal. Quem ousa legislar sobre o que se deve e o que não se deve dizer incorre em abuso de poder. É uma atitude irracional e irrealista, pois nada altera o que é de uso consagrado. Aos que se insurgem e vociferam contra tais usos, que têm direitos de cidadania, Mestre Luft lembrava a frase: "Os cães ladram e a caravana passa".
2. Quanto ao "doutor" do enfermeiro, do fisioterapeuta, do cirurgião-dentista, do engenheiro, do formado em curso superior .... dizem os dicionários que "doutor" é um título que, por cortesia, se costuma dar àqueles diplomados em curso superior. Se se costuma, de fato, não há por que discutir. Em Portugal, o emprego desse título é generalizado a professores primários, formados em Medicina, diplomados em faculdades e os que defendem tese de doutoramento. Aliás, lá todo mundo é "excelência". Costume. Tradição. Mas, se aqui no Brasil não se costuma ... Pode-se dar que esse uso se instaure ou se generalize, pelo fato de os profissionais em questão assim se denominarem e/ou serem denominados por seus paciente ou clientes.
3. Pelo que se disse até aqui, não assiste razão àqueles que querem reservar o título de "doutor" somente a quem fez doutorado e defendeu tese. Se querem se distinguir dos demais, há formas como as exemplificadas:
Dr. Fulano de Tal - Doutor em Medicina
Prof. Dr. Fulano de Tal - Doutor em Letras
4. Registram os dicionários que "doutor" é aquele que está habilitado a ensinar; homem muito instruído em qualquer ramo; homem que deita sapiência a propósito de tudo; homem com muita experiência; indivíduo que reincinde, que costuma ter o mesmo procedimento (Ele é doutor em prometer e não cumprir); tratamento dado por porteiros, frentistas, engraxates, flanelinhas, etc; entre outros resgistros. Então, todos nós somos doutores.
5. Há doutores e doutores. Cabe discernir onde o vulgo confunde.
6. Etimologicamente, o vocábulo "doctor" procede do verbo latino "docere" ("ensinar"). Significa, pois, "mestre", "preceptor", "o que ensina". Da mesma família é a palavra "douto"que significa "instruído", "sábio". Sábio. Então, quem é mesmo Doutor?

Franklin Stem Santos da Silva disse...

Os 10 MANDAMENTOS DOS DOUTORES: MÉDICOS E ENFERMEIROS

1 - Se você não sabe o que tem, dá VOLTAREN;

2 - Se você não entende o que viu, dá BENZETACIL;

3 - Apertou a barriga e fez 'ahhnnn', dá BUSCOPAN;

4 - Caiu e passou mal, dá GARDENAL;

5 - Tá com uma dor bem grandona? Dá DIPIRONA;

6 - Se você não sabe o que é bom, dá DECADRON;

7 - Vomitou tudo o que ingeriu, dá PLASIL;

8 - Se a pressão subiu, dá CAPTOPRIL;

9 - Se a pressão deu mais uma grande subida, dá FUROSEMIDA!

10 - Chegou morrendo de choro, ponha no SORO.

...e mais...

Arritmia doidona dá AMIODARONA...

Pelo não, pelo sim, dá ROCEFIN.

...e SE NADA DER CERTO, NÃO TEM NEUROSE...
...DIGA QUE:

É SÓ ESSA NOVA VIROSE!!!

Parece brincadeira, mas... É verdade!

Anônimo disse...

Sr. Franklin,

A sua postagem foi excelente. Colocou todos os pontos e fechou um grandioso raciocínio.

Porém discordo do uso do Dr. por nós engenheiros. Alguns engenheiros são tratados de Doutor ou se tratam assim, porém nunca vi um engenheiro bacharel utilizar o Dr. na frente do nome. Os engenheiros que utilizam um Dr. na frente do nome são os que fizeram doutorado e os engenheiros respeitam muito isto em geral.

Eu coloco Eng. na frente do meu nome, pois o Dr. não me identifica melhor que o Eng.

Apesar de todas as tuas colocações e bons raciocínios, eu acho que o uso do Dr. no Brasil se dá mais por status que outra coisa, e talvez tivéssemos que mudar isto.

Já ouvi muitos casos de amigos e já presenciei médico dizer ao paciente que se dirigi-se a ele como doutor fulano de tal, pois o mesmo queria mostrar superioridade e particularmente acho isto ridículo.... Acho aqueles que fazem isto não precisam disto, e você ser chamado de Sr. fulano de tal já está ótimo.

Esta é uma questão muito polêmica mesmo, e pessoas como o senhor ajudam muito a esclarecer.

Atenciosamente,
Edu

Anônimo disse...

corrigindo : dirigisse a ele.. (risos)

Anônimo disse...

Estudar ninguem quer.

Anônimo disse...

Então eu que sou Técnólogo tb sou doutor?

Anônimo disse...

ah entaaao medico tbm não é doutor porque não fez doutorado ....aff comentarinho infeliz esse seu mano

Anônimo disse...

Doutor mesmo sem doutorado, somente advogado por força de lei e os médicos ao qual foram estendido tal tratamento, o resto, dentista, fisioterapeuta, psicólogo, etc., se assim quiser ser tratado que vá defender tese, portanto estude um pouco mais SR. Daniel.

Anônimo disse...

Talvez um pouco ignorante da sua parte, anonino do comentário anterior ''... doutor mesmo sem doutorado, somente advogado e os médicos..."
o termo estendido como o sr se refere é feito pela nossa classe mesmo. Nao somos doutores sem doutorado! A não ser que o sr. ache-se melhor do que o colega por ter acrescentado em seu jaleco a palavra ''Dr.''
E mais... o tratamento dos outros profissionais da classe da saúde pode sim e deve conter a palavra ''dr'' se assim julgar necessário, uma vez que estes também adquiriram o respaldo à palavra.

dra. Raisa - Fisioterapeuta e Medica Pediatra - Curitiba

Anônimo disse...

Muito enganosa sua interpretação Sra. Raisa, pois como estamos num estado democrático de direito, somente é válido aquilo que está em lei, conforme prevê nossa carta manga no artigo 5º, inciso II "ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei";Recomendo mais uma vez estudar um pouco mais, principalmente o português, pois é Anônimo e não anonino; e médica e não medica. Já que querem ostentar o Dr. na classe da saúde, não deixa de ser pura soberba, pois o título foi usurpado dos doutores da lei, como por exemplo os doutores da igreja com santo Agostinho entre outros. Estude minha cara antes de escrever bobagens.

Anônimo disse...

Sou médica e tenho doutorado. Sei da minha competência e não me incomodo se não me chamam com título a que tenho direito.
Chamar todo mundo de "doutor" faz com que perca o seu valor.
Pessoas cultas e educadas não tem dúvida quem é ou não doutor..

Patrícia disse...

Respeito a opinião de todos, mas sinto a necessidade em expor o meu pensamento. Tenho duas graduações e uma especialização, sendo na área de saúde, mesmo sempre estudando e me aperfeiçoando não me sinto confortável em ter uma titulação que a meu ver é de um profissional que defendeu sua tese em um DOUTORADO. Auto intitular-se doutor é a maior prova de necessidade de auto afirmação e carência de reconhecimento. Não devemos aceitar títulos que não temos, é apropriar-se do que não conquistamos. Ver em um jaleco de um fisioterapeuta, nutricionista, enfermeiro...Dr Fulano chega a beira do ridículo, cursassem anos de medicina ou fossem para área jurídica.

Patrícia

SuzanaMendes disse...

SuzanaMendes.
Resposta para Cecy Viana:
Olhem o que ela postou...
Dissse que os fisioterapeutas não podem ser chamados de DR ou DRA porque não foseram doutorado..
KKKKKKKKKKKKKKKKK
Primeiramente,minha querida,TEMOS TODO O DIREITO SIM porque pelo menos EU fiz doutorado. E aliás, mesmo os que não fizeram doutorado, porque não chamá-los de Doutor ? Afinal, muitos trabalham em Hospitais, de roupa branca, (exceto enfermeiros) atendendo os pacientes e esses merecem ser chamados somente pelo nome ? Pelo amor de Deus né... Se eu não fosse fisioterapeuta, jamais me trataria com um deles chamando-o pelo nome: '' - Alô, é do Hospital xxxxxx ? Franklin Horsh se encontra? por ex.'' Isso é uma falta de respeito. Vocês são invejosos, bando de críticos.. estão se encomodando tanto ? ÓHH..que pena.. COntinuaremos sendo chamados assim ! LAMENTO !

Anônimo disse...

O único doutor é DEUS galera, e concordo com o comentário do Carlos Paris o que vale é a competência, dedicação e amor aquilo escolhemos fazer.

Direitos iguais disse...

Pelo amor de Deus! Voltem todos para suas respectivas salas de aula primeiramente para aprender direitos e deveres e deixem de zombaria com a educação e interpretação absurdas. Se não é para se seguir regras de comportamentos e aceitação pra quem são as cadeias mesmo? Então por causa dessas opiniões sem amparo legal e real é que temos deixado de reivindicar. Opinião passou a ser achismo e cada um passou a fazer da vida alheia o que acha! Vamos voltar pra escola senhores doutores e quem sabe operar o milagre do conhecimento para cada um de VÓS!

Anônimo disse...

Pessoal veja o que aquela néscia da Suzana Mendes, escreveu!
Para que fez doutorado escrever "foseram", não seria fizeram, outra, "incomodando", ou seria incomodando, meu imagine a onde ela fez este doutorado, e depois que ser chamada de doutora, e estudar ninguém quer! Que absurdo, rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs.

Anônimo disse...

Briga de cachorros grandes, inveja, ciúmes, ou sei lá como chamar.
Vcs chegaram a cogitar se colocar no lugar do paciente?
Eu chego no hospital e falo "Dr. Fulano de Tal" ai sou interrompida e corrigida "somente Fulano de Tal pq não sou doutor", desculpem mas eu não deixo o fulano nem tocar em mim, o mesmo com um fisioterapeuta, eu já precisei de fisioterapia, fraturei o colo do fêmur, eu não deixaria uma pessoa que fala que não é doutor cuidar de mim.
Não tenho curso superior, estou dando minha opinião como paciente, e acho que sim, todo profissional da saúde deve usar o Dr., e eu chamo de doutor sim, por uma questão de educação e respeito a profissão que cuida e salva vidas.
Rozana

Anônimo disse...

Então meu pau é DR em bucetas porque tem mais de 4 anos que perdi a virgindade e transo quase todo dia. hahahaha

Anônimo disse...

sou estudante de nutrição.. passei em 3 vestibulares em nutrição, veterinaria e FISIOTERAPIA 3 cursos bastante produtivo,, ainda estava em duvida em nutrição e fisioterapia... mais acho que um fisioterapeuta merece muito respeito, pois nois dependemos deles ate mesmo os medicos causo precise de um acompanhemento.... entao minha gente vamos ter ética pois no mundo em que vivemos todo mundo precisa de todo mundo... olhe o respeito com os profissonais que empenhou-se seu tempo para ajudar o próximo tipo.. fisioterapeuta que ajuda as pessoas desenvolver-se após trauma de um osso quebrando o algo do tipo... quem critica e porque nao sabe o quanto lutamos e sofremos pra chegar na nossa formação.. Parabéns a todos os doutores (: ah e Fisioterapeuta e DR sim (: e pfv os invejosos vão pra igreja pedir perdão a Deus por tanta inveja ao proximo.
GRATA

Anônimo disse...

medicina, odontologia, enfermagem, veterinária esses sim são chamados de DOUTORES mas agora fisioterapeuta ?????? vcs estão de brincadeira.

Anônimo disse...

Fisioterapeuta esta caído no mercado de trabalho, se em um hospital tiver mais de 3 é muito hj em dia, se vcs sonham em colocar DOUTORES ou MÉDICO em seus aventais procurem fazer curso voltados a isso...


Dr. Sergio (MÉDICO_ disse...

eu ri com esse comentário kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
muito boom pois é a pura realidade
_________________________________
Ridiculo um nutricionista ou um fisioterapeuta se entitular DR. acho que o fisioterapeuta esta muit mais para um massagista especializado formado.

5 de julho de 2012 19:38

Anônimo disse...

Eu estou começando a faculdade de fisioterapia, e acho que alguns comentários só servem para tentar desvalorizar a profissão.
Mais saibam vocês que nenhum de nos, eu acredito, escolhe essa profissão meramente pelo titulo de doutor e sim pela oportunidade de melhorar a qualidade de vida das pessoas, assim como os médicos, enfermeiros, psicólogos etc.. IGNORANTE são vocês que acreditam que alguém escolhe essas profissões atras de um titulo de DR. isso não influencia em nada! O que vale é a competência do fisioterapeuta.

Josy Araujo disse...

Boa Noite! Me ajudem estou com uma dúvida cruel. Ano que vem pretendo entrar na faculdade e estou com dúvida entre Fisioterapia e Enfermagem.

Anônimo disse...

Minha filha é nutricionista e ela aprendeu na UFPR que pra ela usar o Dra.tem que fazer o doutorado.... e como ela nao fez jamais usou o Dra ...fala sério cada macaco no seu galho....se fosse assim a Enfermagem padrao usaria o Dr e nao usam!!!!

Anônimo disse...

Quanta ignorância de pessoas que se dissem doutoradas,graduadas estudadas.
Vamos simplismente partir de um principio basico,que um precisa do outro.
Uma médico trabalha em uma determinada area,não dá pra fazer tudo ou é especialista em uma coisa ou em outra.Assim como o advogado tem tbm a sua especialidade.
Então o médico,precisa de outro médico assim se forma uma equipe médica e tudo acaba na mão de um(a) auxiliar de enfermagem,que é comandada por um enfermeiro(a) e o conjunto é que acaba fazendo a diferença na VIDA do paciente.Num todo todos precisamos um do outro,não importa o que somos ou os titulos o que vale é sermos SERES HUMANOS.Amando uns aos outros como a nós mesmos.

Anônimo disse...

No caso eu poderia intitular meu filho como Doutor?
ele fez faculdade de Educação Física.

Fisioterapia Ueg disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Dependendo da qualidade do atendimento do fisioterapeuta, eu prefiro sim chamar ele de Dr, pois a maioria dos medicos de hoje no Brasil mal olha em nosso rosto e vai ja passando um medicamento para tomar e na maioria das vezes na intencao de ganhar algum por fora dos propagandistas...

Anônimo disse...

Que discussão!!! É algo a se refletir mesmo. Acredito que doutor é mais viável para médicos com um tempo de serviço e qualquer profissional que tenha realizado o doutorado. Com todo respeito aos fisioterapeutas que terminam uma graduação e se acham com tal, desde já. Uma experiência profissional e tempo de serviço contam. Particularmente, sou professora, tenho 35 anos e com doutorado, mas se me chamam pelo nome ou como professora já fico feliz!

Adriana

wilani disse...

Dr pra mim é quem te medica e quem te opera, sabe abre o cidadão l, ou quem te defende em um tribunal, o resto é gente querendo ser o que não é ,, nem um pedido pra fazer exame de sangue pode passar,, francamente

Anônimo disse...

Doutor 'e isso: graduado e accreditado em alguma das areas de medicina OU aqueles com PhD (more teoria) ou doutorado (more pratica) em qualquer outra profissao. Fisioterapeuta nao 'e doutor se nao fez doutorado; uso improprio de credenciais 'e fraude. Bom fisioterapeura nao precisa de "Dr." para induzir respeito, e paciente informado sabe disso. Na mesma moeda, "Dr" nao 'e sinonimo de trabalho competente

gesica disse...

amei. SOU PSICOPEDAGOGA DEVO TAMBÉM SER CHAMADA DE DOUTORA PELOS MESMOS ATRIBUTOS. FINALMENTE MUITA GENTE PARECE QUE NÃO LEU AS LEIS E, ESTÃO FALANDO UTOPICAMENTE. PARABÉNS AMEI TODO EMBASAMENTO CIENTÍFICO QUE OS SRS DERAM. ****LEIA COM ATENÇÃO
GENTE****
"ELIZABET PEIXOTO

Anônimo disse...

Ai, ai, faça-me rir, "doutor"!!! Em primeiro lugar, é comum LEIGOS chamarem todos que vestem um jaleco de "doutores". Mas, nós da área da saúde, sabemos (ou deveríamos saber) quais os profissionais que realmente devem levar este título. Como enfermeira (pós graduada), já fui inúmeras vezes chamada de doutora por pacientes durante o trabalho, mas tenho a plena consciência de que não farei jus a tal tratamento, enquanto não tiver meu doutorado. Chega ser cômico como certos profissionais ficam felizes e se sentem superiores ao ser chamados de "doutores" (mesmo não sendo, como é o seu caso)! Mais humildade, por favor! E se, quer ser digno deste título, vamos estudar!!!

Luiz Gustavo Blahum e Evelyn Blahum disse...

Boa noite a Todos e especialmente ao Dr. Daniel D´Attilio

Bom meu nome é Luiz Gustavo , sou estudante de Bacharelado de Fisioterapia, Amo essa Profissão que escoli , e Doutor Daniel , como estudante posso colocar como Doutor Gustavo , ou só na Colação de Grau do meu curso , e que bom que é de direito do Fisioterapeuta , um direito Legal ser chamado de Doutor , por que quando foi criado a lei que regulamenta a fisioterapia como nivel superior e tratar de uma faculdade da area da saude , é legal ser chamado de Doutor

Vander Sartori disse...

educação geralmente vem de berço casado com a simplicidade ,,nada mais declaro ,!

Willian Marques disse...

PREZADOS FISIOTERAPEUTAS NÃO SE ILUDAM !!! APENAS JURISTAS E ADVOGADOS DEVEM RECEBER TAL TÍTULO!!! O título Doutor é atribuido ao indivíduo que tenha recebido o último e mais alto grau acadêmico (o assim chamado Doutorado ou Doutoramento), o qual é conferido por uma universidade ou outro estabelecimento autorizado a conceder este título.

Também é utilizado por uma pessoa que ensina uma ciência ou arte. No Brasil costuma-se usar o tratamento "doutor" também como fórmula de reverência e respeito.

A palavra "doutor" é uma das mais antigas das existentes em nossa língua e se repete em inglês (doctor), em espanhol (doctor), em francês (docteur), em italiano (dottore), em alemão (Doktor) e, com ligeiras variantes, praticamente em todas as línguas modernas.

Suas raízes mais remotas podem ser rastreadas até entre o primeiro e o segundo milênio antes da nossa era, nas invasões indo-européias, que nos trouxeram a raiz dok-, da qual provém a palavra latina docere, que por sua vez derivou em doctoris (mestre, o que ensina). Desta raiz indo-européia provém, da mesma forma, o vocábulo grego dokein do qual se derivaram outras palavras da mesma família, tais como dogma, ortodoxia, paradoxo e didática.

No Brasil, sendo essa honraria autêntica por tradição dos advogados e juristas, entendemos que a mesma só poderia ser estendida aos diplomados por escola superior, após defesa da tese doutoral... O decano dos advogados de Campinas - Dr. João Ribeiro Nogueira - estimado amigo, pesquisador incansável, lembra muito bem o artigo publicado no Correio Popular de 3 de agosto de 1971, um alvará régio editado por D. Maria I, a Pia, de Portugal, pelo qual os bacharéis em Direito, passaram a ter o direito de tratamento de doutores! Ora, todos sabem que uma lei só perde sua vigência quando é revogada por outra lei. Assim, está plenamente em vigor no Brasil esse alvará que outorgou o título de doutor aos advogados! Não consta nesse alvará legal, que tenha sido estendido a nenhuma outra profissão!
Source:
A lei está em vigor, assim como tantas outras da época do Império, que não foram revogadas, como o nosso Código Comercial de 1850. Por tradição e por direito, somos doutores. E não poderia também ser de outra forma, uma vez que, exercendo a profissão de advogado, o bacharel em direito está constantemente defendendo teses perante juízos e tribunais, que, julgando procedentes suas razões, estarão de um modo ou outro, aprovando suas teses, sobre os mais variados ramos do direito. E o que se dizer do advogado perante o Tribunal do Júri, tribunais superiores, auditorias? Não sustenta diária e publicamente suas teses? O prof. Flamínio Fávero, por sua vez, eminente médico, que ostentava mais de 50 títulos, manifestando-se certa vez sobre o assunto, repudiou o uso indiscriminado do título doutoral, por qualquer profissional, dizendo que a "lei não permite isso, nem a ética" referindo-se especialmente aos esculápios que pretendem até "monopolizar o título dos causídicos".
Fisioterapeuta não leva o título de Doutor se não fizer tese de Doutorado.
A minha resposta não fugiu do padrão da sua pergunta, e não escrevi o que o Fisioterapeuta faz ,mais se ele pode ou não ser chamado de Doutor ,dando o seu significado !!!!

Vander Sartori disse...

sabe de uma coisa ,,,..sou DR.
E PONTO FINAL KKKKKKK

Franklin Stem Santos da Silva disse...

NÃO SOMOS MACACOS!

SOMOS TODOS DOUTORES...

NÃO É ESQUISITO... Se colocam no crachá e na escala de serviço, Doutor antes do nome do médico, porque também nos outros DOUTORES (que tem Doutorado e/ou Resolução) não é feito igual? NÃO É MESMO ESQUISITO ?

Não Sejam Preconceituosos e Injustos, RESPEITE-OS!

O CERTO É ASSIM:

Dr. José
Biomédico



Drª. Maria
Enfermeira



Dr. José
Médico


PRECONCEITO NUNCA MAIS!

Franklin Stem Santos da Silva disse...

SALÁRIO DIGNO PARA TODOS
A verdade é que deveria ter respeito e valorização dos nossos profissionais, salário digno é assim:
Graduado... Dr. Médico - 100%
Graduado... Dr. Enfermeiro - 70% do Dr. Médico
Graduado... Outros Doutores da saúde 70% do Dr. Enfermeiro

Nível Médio – Técnico de Enfermagem ou outros da saúde - 50% dos outros Doutores da saúde
Ensino fundamental – Auxiliar de Enfermagem ou outros da saúde - 70% do Técnico de Enfermagem ou outros da saúde.

30 HORAS JÁ: ENFERMAGEM E TODOS – ÁREA DE SAÚDE

Franklin Stem Santos da Silva disse...

Não julgar o próximo

Um médico entrou num hospital apressado, depois de ter sido chamado para uma cirurgia urgente. Ele respondeu à chamada imediatamente e mal chegou trocou-se e foi direto para o bloco operatório. Pelo caminho encontrou o pai do rapaz que ia ser operado a andar para trás e para a frente à espera do médico. Quando o viu, o pai gritou:
-”Porque demorou este tempo todo a vir? Não sabe que a vida do meu filho está em perigo? Você não tem o mínimo de sentido de responsabilidade?”
O médico Dr. José, sorriu e respondeu serenamente:
-”Peço-lhe desculpa, não estava no hospital e vim mal recebi a chamada… Agora, gostaria que você se acalmasse para que eu também possa fazer o meu trabalho.”
-”Acalmar-me?!?! E se o seu filho estivesse dentro do bloco operatório, você também ficaria calmo? E se o seu filho morresse o que faria?”, disse o pai visivelmente agitado.
-”Ficar nesse estado alterado e de nervos não vai ajudar nada, nem a si, nem a mim e muito menos ao seu filho. Prometo-lhe que farei o melhor que sei e consigo dentro das minhas capacidades”, disse o médico Dr. José.
-”Falar assim é fácil, quando não nos diz respeito.”, murmurou o pai entre dentes.
Passadas algumas horas, a cirurgia terminou e o médico Dr. José e a enfermeira Drª Maria, saíram sorridentes de encontro ao pai.
-”A cirurgia foi um sucesso. Conseguimos salvar o seu filho! Se tiver alguma questão pergunte à enfermeira Drª. Maria.”
Sem esperar pela resposta, o clínico prosseguiu caminho visivelmente apressado. O pai irritado dirigiu-se à enfermeira Drª. Maria e desabafou:
-”O médico Dr. José é mesmo arrogante… Será que lhe custava muito ficar aqui mais uns minutos para eu lhe questionar em relação ao estado geral do meu filho?”
A enfermeira Drª. Maria, um pouco abalada e quase a chorar respondeu-lhe:
-”O filho do Dr. José morreu ontem num acidente rodoviário. Ele estava no funeral quando o chamamos para a cirurgia do seu filho. Agora que a cirurgia terminou e o seu filho foi salvo, o Dr. José, voltou para o funeral a correr para prestar a última homenagem ao filho dele.”

Pense Nisso: NUNCA JULGUE!

Franklin Stem Santos da Silva disse...

Cofen reconhece direito de enfermeiro usar título de "doutor"
BRASÍLIA/VALE DO ASSU – A partir de agora a classe dos enfermeiros poderá, a exemplo de outros profissionais tais como médicos, advogados, engenheiros e outros, usar o título de "doutor". Autorização neste sentido foi dada por meio da resolução número 256/2001, do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), em Brasília. O órgão federal considerou que "o uso do título de doutor tem por fundamento procedimento isonômico, sendo em realidade, a confirmação da autoridade científica profissional perante o paciente ou cliente".
Além disso, o Cofen entendeu que "o título tem por fundamento praxe jurídica do direito consuetudinário, sendo o seu uso tradicional entre os profissionais de nível superior".
O organismo classista interpretou, também, que "a exegese jurídica, fundamentada nos costumes e tradições brasileiras, tão bem definidas nos dicionários pátrios, assegura a todos os diplomados em curso de nível superior, o legítimo uso do título de doutor". O Cofen observou ainda que "a não-utilização do título de doutor leva a sociedade e mais especificamente a clientela, a que se destina o atendimento da prática da enfermagem pelo profissional da área, a pressupor subalternamente, inadmissível e inconcebível, em se tratando de profissional de curso superior".

Franklin Stem Santos da Silva disse...

VIDAS DEDICADAS A SALVAR E TRANSFORMAR VIDAS

Doutor Medico: Profissional responsável por diagnóstico, medicação do paciente.

Enfermagem: É dividido em quatro categorias: Parteiro, Auxiliar, Técnico e Doutor Enfermeiro.

Parteiro: Faz partos, acompanha a gestante e o neonato.

Auxiliar: Quase não existe mais. São responsáveis por cuidados elementares do paciente, como banho e medicação.

Técnico: Responsável pelas técnicas de tratamento do paciente. O técnico coloca em pratica a prescrição do Doutor Enfermeiro e do Doutor Médico.

Doutor Enfermeiro: Faz consulta de enfermagem, responsável pelo tratamento do paciente, focado no bem estar físico social e psíquico do paciente. Fornece apoio emocional, administra /gerencia hospitais, presta cuidados, prescreve cuidados. É o profissional que mais entende sobre vacinas, organização de centro cirúrgico, feridas... profissional multifacetado, com valores baseados na bioética, ser Doutor Enfermeiro é lidar com a maior obra-prima: o corpo humano.

RESOLUÇÃO COFEN-256/2001
Autoriza o uso do Título de Doutor, pelos Enfermeiros

Luiz Gustavo Blahum e Evelyn Blahum disse...

Aos Cuidados do Doutor DÁttilio ou a quem pode me ajudar


boa noite a Todos , gostaria de Saber se os estudades academicos que fazem faculdades , podem ser chamado de Doutores ou só Mediante a Sua Colação de Grau Academico , ou durante a vida Academica podem ser chamado de Doutores



obrigado a todos , e me tirem essa duvida cruel

ღ♥ღJaninhaღ♥ღ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ღ♥ღJaninhaღ♥ღ disse...

Gente agora sim encontrei algo que me faça sorrir bastante. Esses comentário são muito engraçados mesmos. Esse bate boca de "SER" ou não ser "Drº" está ficando cada vez melhor. Obrigado pela diversão amigos. (risos)

Anônimo disse...

Senhores,

Estão confundindo capitão de gravata com capitão de fragata.

As únicas pessoas que tem título de doutor são aqueles que concluíram o doutorado !

O doutor dos médicos, advogados, fisioterapeutas e etc é nada mais que um pronome de tratamento que eles enfiam garganta abaixo em seus pacientes/clientes.

No diploma do graduado em medicina vem informado que o mesmo recebeu o título de médico, e no diploma do doutorando que defendeu tese (independente da graduação que fez) vem informado que ele recebe o título de doutor.

Percebo que as pessoas desconhecem as regras.

Abraço,
Edu

Anônimo disse...

Senhores,

Estão confundindo capitão de gravata com capitão de fragata.

As únicas pessoas que tem título de doutor são aqueles que concluíram o doutorado !

O doutor dos médicos, advogados, fisioterapeutas e etc é nada mais que um pronome de tratamento que eles enfiam garganta abaixo em seus pacientes/clientes.

No diploma do graduado em medicina vem informado que o mesmo recebeu o título de médico, e no diploma do doutor que defendeu tese (independente da graduação que fez) vem informado que ele recebeu o título de doutor em determinado assunto.

Percebo que as pessoas desconhecem as regras e por isto tanta briga.

Mas percebo que os doutores que concluíram doutorado pouco se importam com o título. Alias este estudaram e defenderam tese !

Já aqueles que somente tem a graduação parecem se importar demais com o assunto e fazem questão que os pacientes ou clientes os tratem por doutor. Acho que é pura frescura de quem se acha superior aos outros só porque fez uma graduação num pais onde o ensino é uma merda !

Abraço,
Edu

Anônimo disse...

gente tem tanta coisa bacana pra se discutir, vocês ficam perdendo tempo discutindo quem é doutor e quem não é, por que não discutir algo produtivo e que venha agregar conhecimento pra vocês? Fica a dica!!

Anônimo disse...

O fisioterapeuta usa os mesmos livros q um medico usou na sua jornada universitaria! Estudam
Completamente tdo q um medico estuda! O corpo humano inteiro! Tem o direiro sim de
Ser
Chamado de Dr!

Anônimo disse...

Médico é DR. e o restante é bagre?Será justo para quem lhe devolve a coordenação motora, te ensina a deglutir, te limpa, te aplica o medicamento, resolve seus problemas com vc!!! Onde esta o respeito pelas demais profissões.
Sem as demais profissões não existe medicina....

janedobrasil disse...

Acho que todos os profissionais da saúde , cito, médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, que fizeram doutorado são doutores em suas respectivas áreas claro. Simples assim. Já os que não fizeram doutorado, não são piores, mas simplesmente não são doutores, são formados, mas não doutores. FEZ doutorado, é doutor, claro. Independente de que área da saúde seja. Enfermeiro, fisioterapueta ou médico. Fez doutorado, é doutor sim. Não fez, não é.

Postar um comentário

 
As informações deste blog tem objetivo de informar e propagar o conhecimento. Não estão aqui em caráter de consulta, tampouco substituem a consulta médica ou fisioterapêutica. Os profissionais de saúde são os únicos indicados para avaliar e traçar a conduta necessária caso a caso. Se estiver com algum problema, procure um profissional de saúde.