6 de jan de 2011

QUIROPRAXIA ESPORTIVA

Com ênfase na manipulação articular e de comprovada eficiência a quiropraxia contribui para um tratamento conservador, enfatizando a relação entre o sistema músculo-esquelético do corpo e o sistema nervoso. Contando com um número crescente de quiropraxistas na área esportiva, e que já integram equipes de saúde em Olimpíadas, foi estabelecida em 1986 a Federation International Chiropractic Sports (FICS).
O tratamento de atletas amadores e profissionais segue três objetivos: melhorar a performance por causa da maior mobilidade de ação da articulação e dos músculos, prevenção de lesões e reabilitação das lesões.
Das especialidades quiropráticas que mais se desenvolveram nos últimos dez anos, destaca-se a quiropraxia esportiva, ratificando a importância do trabalho realizado na área de competição, observando diretamente a dinâmica dos atletas ou em consultório buscando a reabilitação. Seja na prevenção e tratamento de lesões ou melhora de desempenho, o quiropraxista esportivo tem como principal área de atuação as extremidades sejam membros superiores ou inferiores. A liberdade e amplitude de movimento nas articulações dos ombros para nadadores e sacroilíacas, joelhos e dos tornozelos para corredores pode representar a diferença entre o sucesso e o fracasso para um atleta amador ou profissional (CHAPMAN-SMITH, 2001).
Aos poucos no Brasil os próprios atletas estão manifestando a importância de um quiropraxista em seus clubes, seja acompanhando seus treinos ou na preparação para auxiliar em sua performance. Nos esportes de alto nível os detalhes e cada ganho na performance podem fazer a diferença entre uma vitória ou a derrota. Muitos clubes de futebol na Europa apresentam no seu quadro de funcionários quiropraxistas atendendo os jogadores. No EUA os quiropraxistas estão presentes na grande parte dos esportes contribuindo com os atletas.
O crescimento da quiropraxia na área esportiva durante a última década tem sido significativo, proporcionando uma ampla base de conhecimento neste grupo específico, com cursos de especialização para quiropraxistas, disponibilizados internacionalmente. Na Europa a manipulação da coluna vertebral e de extremidades é relatada como essencial nos treinamentos e competições de atletas. A maioria dos programas de esportes individuais ou coletivos nos Estados Unidos está acrescentando os cuidados quiropráticos nas estratégias de prevenção e recuperação de lesões esportivas (MOOTZ, MCCARTHY, 1999).
MOMENTOS ANTES DO JOGO
A quiropraxia desportiva diverge um pouco da prática geral. Embora várias condições sejam encontradas na população, muitas das causas são diferenciadas. Uma variedade de condições neuro-músculo-esqueléticas acometem os atletas , sendo que estas disfunções não incluem somente a coluna vertebral e articulações em extremidades mas também em tecidos moles. Reduzir as disfunções biomecânicas através de ajustes articulares bem como liberação de tecidos moles é o foco central do quiropraxista esportivo, permitindo a saudável funcão do sistema neuro-músculo-esquelético e prevenindo assim outras lesões (REDWOOD,2003).
A primeira equipe olímpica de medicina esportiva dos Estados Unidos a incluir um quiropraxista foi das Olimpíadas de Inverno de 1980. Conforme os atletas buscam cuidados quiropráticos, com objetivo de obter vantagem na sua performance e são beneficiados com o tratamento, os times requerem a inclusão dos mesmos no quadro oficial de tratamentos disponíveis. Este fato tem gradativamente contribuído com o progresso da quiropraxia esportiva. Atualmente a quiropraxia desportiva faz parte de uma ampla organização de medicina esportiva nas Olimpíadas, esportes acadêmicos profissionais, escolares e em clubes de jovens esportistas. Comumente, quiropraxistas integram o programa olímpico americano, residindo em centros de treinamento e são avaliados pela amplitude e profundidade de sua competência clínica e pela sua habilidade de trabalhar em cooperativismo com uma equipe multidisciplinar (REDWOOD, 2003).
Dr. Daniel D´Attilio
Parte do Texto Retirado da Internet

0 comentários:

Postar um comentário

 
As informações deste blog tem objetivo de informar e propagar o conhecimento. Não estão aqui em caráter de consulta, tampouco substituem a consulta médica ou fisioterapêutica. Os profissionais de saúde são os únicos indicados para avaliar e traçar a conduta necessária caso a caso. Se estiver com algum problema, procure um profissional de saúde.