11 de nov de 2010

Fisioterapia Esportiva

A fisioterapia esportiva surgiu tratando de lesões causadas por diversas modalidades esportivas, mas com o passar dos anos o fisioterapeuta que trabalha nessa área, vem se destacando atuando na prevenção dessas lesões e mantendo se possível a integridade musculo-esquelética dos atletas.

Os aspectos analisados para realizar a prevenção são:


 - Saber quais são as lesões mais frequentes em determinada prática esportiva.
 - Conhecer e identificar o mecanismo de lesão(contato direto,uso excessivo,forças de tração).
 - O nível de competição de cada atleta ou grupo de atletas(amador,profissional,escolar,olímpico e até mesmo de finais de semana).
 - Faixa etária do grupo avaliado.
 - Analisar o ambiente em que são realizados os treinos.


O fisioterapeuta que trabalha com esportistas,não deve esquecer que o preparo físico do atleta não é tudo que deve ser avaliado, mas saber também que a ansiedade e distúrbios psicológicos também são fatores predisponentes a lesões. O índice de ansiedade do atleta e o tempo para retorno aos treinos ou jogos, deve ser considerado dentro de um programa de reabilitação esportiva. Sabe-se que a maioria das lesões durante a prática esportiva ocorrem como resposta a uma composição inadequada de forças, de modo que é essencial o fisioterapeuta conhecer biomecânica profundamente para tratar e prevenir as lesões.Podemos citar como medidas preventivas então os seguintes itens:


 - Preparo adequado físico e mental.
 - Uso de sapatos adequados.
 - Conhecimento acerca dos fatores climáticos( tipos de lesão no frio e calor).
 - Proteção das áreas mais suscetíveis.
 - Biotipo coerente com o esporte praticado.
 - Repouso adequado.
 - Pratica de atividades compensatórias.

Quando a prevenção primária não foi possível, estabelece-se a necessidade de pensar no nível secundário,para evitar o surgimento de complicações que podem aumentar o tempo de afastamento do atleta. Os aspectos mais importantes nessa etapa da reabilitação aparecem de acordo com o tipo de lesão, mas podemos dizer que os mais comuns são:


 - Controle de dor(analgesia).
 - Minimizar o processo inflamatório.
 - Restaurar a amplitude de movimento.
 - Melhorar força muscular e resistência.
 - Treinos proprioceptivos ( padrões adequados de acordo com o esporte praticado).
 - Evitar compensações posturais, pois estas, poem favorecer a ocorrência de novas lesões quando o atleta retornar as atividades normais.
 - Evitar o surgimento de lesões recidivantes.
Essas são algumas das funções do fisioterapeuta que atua na área esportiva.

Dr. Daniel D´Attilio
Parte do Texto Retirado da Internet

0 comentários:

Postar um comentário

 
As informações deste blog tem objetivo de informar e propagar o conhecimento. Não estão aqui em caráter de consulta, tampouco substituem a consulta médica ou fisioterapêutica. Os profissionais de saúde são os únicos indicados para avaliar e traçar a conduta necessária caso a caso. Se estiver com algum problema, procure um profissional de saúde.