22 de nov de 2010

CASO CLINICO - Ruptura da fáscia plantar

CASO CLINICO


História clínica: paciente do sexo masculino de 37 anos com dor na região plantar do pé direito há 1 mês. Refere dor após jogo de futebol (Atleta Profissional de Futsal). 

Hipóteses diagnósticas: ruptura da fáscia plantar.

Exame solicitado: ressonância magnética do pé direito




Ressonância magnética do pé direito

Cortes sagitais (lateral para medial), sequência STIR 
(a, b)
(a, b) Descontinuidade das fibras da porção proximal da fáscia plantar (setas pretas).

Espessamento heterogêneo da fáscia plantar (setas brancas).





Cortes coronais (posterior para anterior), sequência STIR (c, d)
(c) Indefinição das fibras da fáscia plantar (entre setas).



(d) Espessamento heterogêneo da banda medial da fáscia plantar (entre setas).



Corte axial, sequência STIR (e)
(e) Espessamento heterogêneo da fáscia plantar, com ondulação e retração distal (seta preta).

Coleção líquida no intervalo da lesão (seta branca).



Diagnóstico: ruptura da banda medial da fáscia plantar; fasceíte plantar de base; hematoma.

Recomendação de imagem: ressonância magnética.

Dr. Daniel D´Attilio

2 comentários:

Anônimo disse...

Qual foi o tratamento desse atleta? Eu tenho essa lesão tem um mês que ocorreu numa partida de futebol aí eu fiz uma ressonância magnética e constou ruptura parcial de espessura total do terço proximal do componente central da fáscia plantar, com sinais de edema Peri fascial.

Anônimo disse...

O que devo fazer?

Postar um comentário

 
As informações deste blog tem objetivo de informar e propagar o conhecimento. Não estão aqui em caráter de consulta, tampouco substituem a consulta médica ou fisioterapêutica. Os profissionais de saúde são os únicos indicados para avaliar e traçar a conduta necessária caso a caso. Se estiver com algum problema, procure um profissional de saúde.